Archive for » Abril, 2011 «

Exibindo a Buceta!

Sou o que chamam de louraça de parar o trânsito apesar de meus já 40 anos… E sou tarada em me mostrar, gosto de ver os homens enlouquecidos por mim. Então uso roupas provocantes e nunca calcinha ou soutien. Outro dia num barzinho com amigos sentei próxima ao meu chefe que é um negro charmosérrimo, porém casado.
A esposa não estava então resolvi aproveitar… Fiquei roçando a coxa na dele e ele logo ficou excitado. Quando veio tocar minha perna abri um pouco e quando ele viu aquela bucetinha depilada e sem calcinha enlouqueceu…
Quando o garçon se aproximou abri mais prá ele ver meu chefe me masturbando.
As pessoas vendo o clima que estava rolando foram saindo ficando somente nós dois e mais 3 amigos dele. Então eu já meio de pileque resolvi brincar com todos. Pedi ao meu chefe prá me fazer gozar ali na frente de todos… Gozei gostoso com toda aquela plateia. Um dos amigos do chefe me chamou prá dançar e fui, então no escurinho da pista de dança coloquei as mãos dele nos meus seios e ele ficou de pau duro… exibindo a buceta
Saimos prá fumar e ele me colocou sentada no capô do carro estacionado debaixo de uma árvore, abriu minhas pernas e me deu um gozo de língua delicioso! Voltei prá mesa de perna bamba querendo mais. Sentei entre os outros dois que ainda não tinha provado e comecei a pegar no pau dos dois…
Levantaram meu vestido até a cintura e me masturbaram novamente. Queriam me foder e eu prometi que dava prá todos se fosse num local público. Saímos e fomos prá uma rua “quase” deserta. No carro fui tirando a roupa enquanto todos me passavam a mão, me chupavam, apalpavam…
Desci do carro com os três e logo fui colocada no capô, então um chupava meus peitos, outro minha buceta e outro me beijava… Gozei de quase desmaiar…
Então também retribui, chupando os paus dos meus homens enquanto se revesavam comendo minha buceta…
Então naquela farra toda vimos um grupo de 3 ou 4 rapazinhos escondidos atrás de um carro nos espiando. Aquilo me excitava ainda mais…
Então disse pros meus amigos deixar eles virem mais perto. Eles se aproximaram desconfiados mas enlouquecidos com aquele meu corpão de loira sexy completamente nu em cima do carro… Me arreganhei prá eles verem minha bucetinha linda. Perguntei se sabiam mamar meus peitos… então dois abocanharam meus seios fartos e puxei a cabeça de outro pro meio de minhas pernas… Meus amigos adorando me ver gozar com aquelas boquinhas jovens aprendendo a chupar uma mulher…

Foi uma noite inesquecível, depois fomos embora e agora quando entro na sala do meu chefe(ele já sabendo que não uso calcinha e sou tarada) sempre me faz um agrado, ora me chupando em cima de sua mesa ou me fodendo no sofá…
Passei a ser o seu cartão de visitas, quando vai jantar com algum cliente me leva junto prá brincarmos.

A caminhada

Todos os dias saio para caminhar. Naquela tardinha noite estava caminhando em uma rua em que não costumava ir,mas era claro ainda, portanto sem medo.Deixa me apresentar: sou moreno claro, 1m76cm, 20anos,bem recheado principalmente nas partes que mais os homens gostam.Bem, estava caminhando quando passei por uma construção.
Na porta da construção um homem,negro, forte, de uns 50anos, estava parado olhando o movimento.Passei e ele me olhou de cima abaixo. Senti que ele notou-me.
Diminui o passo e andei de forma mais rebolado. Olhei para traz e ele me chamou. A caminhada
Eu fui ver a obra. Logo que entrei ele me disse que era casado que estava passando por dificuldades no casamento.Bem escutei e depois falei para ele que estava ali para ver a obra e fazer amizade com ele.Me convidou então para olhar a obra.Depois de ir em alguns andares me convidou para ir em um quartinho que fica no fundo. Chegando lá, notei que tinha uma caminha, dessas de abrir e fechar…sentei na cama e ele tirou a sua rola para fora, completamente dura ali na minha frente.
Abocanhei aquela coisa roliça e grande, negra, e maravilhosa.

Ele gemia com minhas chupadas e eu comecei a subi até encontrar seu rosto e seu cheiro de macho me deixavam enlouquecido e atordoado.Tirei toda minha roupa, mas com medo de chegar alguém. Ele me disse que não chegaria ninguém lá naquela hora.
Ele peladinho e eu da mesma forma, iniciamos a nos enroscar,chupei tudo daquele homem e ele iniciou a lamber minha bunda e molhando meu cuzinho.
Depois iniciou bem devagar a penetração. Doeu muito, mas depois de um certo tempo, iniciei um rebolado que ele pediu para diminuir porque se não gozaria em seguida.
Depois de me penetrar e eu mexer bem devagar acabou enchendo-me de leitinho morno.

Ficamos deitados até tarde, quando eu sai da obra já era escuro. Fui para casa alegre e feliz, mas todo doído.
Assim foi minha segunda vez.

Sexo a tres

Era um belo dia de sol, eu e minha mulher estávamos em casa e tive a ideia de irmos a praia…minha mulher estava sem biquíni, então fomos a procura de uma loja para comprarmos um, sendo dia de domingo não foi fácil, as lojas fechadas, tivemos que procurar muito.
Depois de algumas horas encontramos uma loja aberta, uma vendedora simpática, loira, olhos azuis, belo peito nos atendeu e muito prestativa começou a lhe mostrar os modelos. eu como não gosto muito de compras fui ao bar ao lado tomar uma cerveja. passado alguns minutos e a demora era tanta que resolvi ir ver o que passava…na loja não estava nenhuma das duas e achei muito estranho e fui ate o provador, para minha surpresa espreitei por fora e vi uma cena maravilhosa, minha mulher e a vendedora no maior amasso, elas se beijavam loucamente, acariciavam mutuamente que fiquei só olhando e não queria interromper aquela cena.. sexo a tres
Eu fiquei tão excitado vendo aquilo que tirei meu cacete para fora e comecei a bater uma punheta, uma chupando a outra, minha mulher chupando aqueles peitos maravilhos, grandes, perfeitos, era uma delicia ver as duas
, se despindo minha mulher chupando aquela buceta peludinha, enfiando o dedo bem gostoso e lambendo o cuzinho dela me deixou maluco, depois as duas começaram num 69 ate que minha mulher gozou de maneira que nunca fizera comigo, logo a seguir ela se virou e começou a acariciar aquela buceta peludinha ate que esta gozara…vendo que aquela putaria estava chegando ao fim corri pro bar e passado alguns minutos minha mulher chegou. perguntei a ela porque demorou e ela com uma cara bem lambida: não tinha nada que me agrade…nunca perguntei a ela o que aconteceu, mas espero que um dia ela me convide para um sexo a três…passou a ser minha fantasia…

Minha primeira vez com uma menina

Oi a todos.
Me chamo Sandra tenho 28 anos sou casada à 5, sou morena clara, tenho 1,78mt seios bem fartos e bumbum grande e empinados os quais tiram o fôlego não só de homens mas de mulheres também.
Sou comerciante,temos um supermercado na região do ABC Paulista,onde passo uma boa parte de minha vida.
O que vou contar aconteceu me quando ainda estava no colégio,tinha 16 anos,sempre fui uma garota tímida e muito recatada sou de uma família muito tradicional,do qual prezam muito pelos valores morais.
Porem desde cedo sempre senti muito tesão, principalmente quando via escondido,algumas revistas pornos do meu irmão mais velho, o que mais me excitava era ver mulher com mulher, ficava sempre molhadinha.
No segundo ano do Colegial, entrou na escola uma aluna que era lésbica e que todas as outras garotas tinha medo de ficar muito tempo perto dela pois ela era do tipo que atacava mesmo, as meninas sempre me diziam pra não ficar a sós com ela pois poderia me dar muito mal.
Sendo que ela já havia me dito que iria me pegar de jeito, aquilo me deu tanto tesão, que minha calcinha ficou molhadinha.
Tempo passou e um dia na hora da aula senti vontade de ir ao banheiro, pedi ao professor que me deixasse ir ele liberou me quando estava quase na porta ouvi ela também pedir para ir ao banheiro.Minha primeira vez com uma menina
Sai correndo pelo corredor, entrei no banheiro e tranquei a porta me sentei no vaso, quando ouço ela me chamando:
– Sandrinha,onde está você amor?! Aparece, quero ti ver!!!
Nessa hora meu corpo todo tremeu, minha xana se molhou toda,minhas pernas tremiam como vara verde, ela então bateu na porta, abre amor,abre…
Fiquei quieta, ela falou:
Sei que está ai, me deixe entrar?

Prevendo que não tinha outra alternativa e que meu tesão estava a mil e que tinha que sair a qualquer momento, resolvi encarar meu destino.
Abri a porta, ela estava com a mão no ombral da porta, com uma cara de safada, me comendo com os olhos, quando falou:
– Agora você será toda minha…
Entrou para dentro do box fechou a porta, começou a passar a mão por todo meu corpo,sentia um calor enorme me dominando, minha calcinha essas altura já estava toda molhada, então ela enfiou a mão por baixo de minha sainha que estava usando por cima de minha calcinha e disse:
– Cachorra, você já esta toda excitada,né vaquinha?!

Subiu minha blusinha junto do soutien deixando meus seios a mostra, começou a chupa-los me levando a loucura, nessa hora ela enfiou um dedo em minha xana,não aguentei comecei a geme alto ela meteu a mão na minha boca dizendo que não queria que ninguém ouvisse que me queria toda.
Ela então foi descendo sobre minha barriga,arrancou minha sainha com a calcinha junto colocou minha perna em seu ombro e enfiou sua língua quente e mui caliente em minha xana, eu estava indo a loucura coloquei minha camisa em minha boca para abafar meu gemido, pois havia entrado mais meninas no banheiro,ouvia muitas vozes, pois já era hora do intervalo e eu sendo sugada por ela que fazia-me contorce de tesão naquele banheiro.
Senti sua língua quente no meu buraquinho de repente ela meteu um dos dedo em minha boca eu suguei gostoso,em seguida,ela foi enfiando devagarinho em meu cuzinho, eu era virgem de tudo, aquilo começou a doer muito e ela enfiava cada vez mais, tentei impedi-la mais ela era bem mais forte do que eu, enfiou todinho no meu buraquinho,começou a mexe num vai e vem frenético, eu já estava alucinada mas ela queria mais, queria me foder muito mais e sem dó nem piedade enfiou outro e outro no meu rabinho eu tremia toda de dor.
Eu gozei feito uma cadela na boca dela e ela sugou cada gota do meu gozo sem deixar cair nada, nesse momento ela subiu e disse-me:
– Senti o teu gosto o teu gozo, e me deu um beijo demorado, quando foi sentindo seu dedo entrando em minha xana me rasgando me desvirginando.
Como sua boca estava sobre a minha ela abafou meu gemido, que seria mesmo um grito de dor e tesão.
Foi novamente,enfiando dois dedos em seguida mais um, como se quisesse em rasga toda me arrombar de uma vez,ficou nesse movimento por uns 10 minutos até que não aguentei e gozei em seus dedo, que estava cheio de sangue escorrendo pelas minhas pernas.
Ela pegou um papel e me limpou todinha subiu minha calcinha e minha saia arrumou minha blusinha, me deu um beijo e saiu, eu ainda estava toda tremula, fiquei lá dentro mais alguns minutos sentada no vaso, até me recompor.
Quando sai minhas amigas estavam me procurando, perguntando se eu estava passando mal, pois estava toda descabelada,olhei para o lado e vi ela me olhando com o dedo na boca dizendo em sinais que queria mais depois…
Depois eu conto como foi a primeira vez dela eu e meu marido,bjux a todos.