Archive for » Julho, 2011 «

Comi a empregada!!!

Acordei com o despertador a tocar e já sabia que ia ter um dia de trabalho nas terras, levantei-me eram 7:00h da manhã, vesti as minhas calças de fato de treino azuis e uma t-shirt branca já meia suja de outros trabalhos, desci mas os meus avós não estavam em casa pois tinham ido o dia todo para uma consulta.Comi a empregada
Tomei o pequeno almoço e ouvi bater a porta, abri e era Eugénia a empregada da minha avó, era quinta-feira o dia de ela ir ajudar a minha avó nas terras, mas nesse dia ia-me ajudar a mim, eu ainda de chinelos e ela com calças pretas e uma bata, nos pés umas galochas azuis Dunlop Sport coisa que me excitava muito.
Terminei o pequeno-almoço e calcei as minhas galochas Dunlop pretas, agarrei em duas sacholas e fomos para as terras começar o trabalho, a meio da manhã parei para descansar um pouco, fui para debaixo de um coberto que me oferecia sombra e enquanto descansava reparava na Eugénia uma mulher de 60 anos mamas grandes e firmes e um cu firme e redondinho ela sempre me excitara só pensava no dia em que a pudesse penetrar e chupar aquelas mamas tão boas.
Até então só tinha batido umas belas punhetas a olhar para ela da fresta da janela de casa da minha avó, mas eu queria mais pois o minha pica estava quase a estoirar.
Passado uns 2 minutos ela vem ter comigo ao coberto onde estava sentado num carro de vacas ela sentou-se ao meu lado e começámos a falar um bocado.
Mas eu só olhava aquelas mamas e imaginava a minha piça a roçar no meio delas, foi aí que ela reparou no meu inchaço e disse que eu tinha uma bela piça para a minha idade (18 anos) e eu sorri e disse que podia ser toda sua.
Então para minha surpresa ela baixou as minhas calças e começou um broche que eu até delirei.
Aproveitando aquele momento rasguei-lhe o avental e besuntei a minha gaita naquelas mamas tão boas, terminamos a fazer sexo quente, húmido, violento e sujo as minhas galochas roçavam nas dela, as minhas mãos não saiam das mamas dela e todo aquele ambiente me dominava até eu me esporrar para dentro dela num mar quase infindavel de esperma quente e espesso.
A partir desse dia todas as quintas-feiras fazemos amor em currais ou no meio do milho mas o que é certo é que somos felizes e a nossa relação e estritamente sexual.

Mostrei os peitos pros garotos

Só vou relatar rápido que fiz hoje ..3:00 da tarde…sábado 30 de Outubro.
Fiquei tarada como sempre estava nua em casa quando ouvi barulho de bola na rua.
Espiei pela fresta do portão e pude ver uns dez garotos jogando bola na frente da minha casa..pude ver garotos de dez a 20 anos mais ou menos todos sem camisas e suados correndo atrás de uma bola e não resisti.Mostrei os peitos pros garotos
Voltei para dentro coloquei um shorts bem curtinho e um top transparente e bem largo que a todo movimento meus peitos saltavam para fora…tirei meu carro não totalmente da garagem apenas a metade dele na calçada e a outra dentro do quintal..
Peguei a mangueira de lavar e a liguei e comecei a lavar o carro ..eu fazia questão de arrebitar bem minha bunda e me curvava a toda hora pois assim meus peitos ficavam nu..eles não sabiam se jogavam ou me olhavam..
Pra provocar ainda mais fingi uma básica escapada da mangueira e foi agua pra todo lado molhando me por completa.
Um dos garotos solicito e prontamente veio ao meu socorro segurando aquela mangueira que ricocheteava como uma cobra faminta e me entregou nas mãos…
Ele me deu uma olhada básica que me arrepiou dos pés a cabeça pois meu top já estava colado ao corpo devido a agua..
Meus bicos estavam durinhos e fiz questão de presentea-lo com um beijo no rosto e puxando suas mãos até meus seios e deixando ele sentir meus mamilos… percebi que seu pau estava duro e de leve apalpei-o.. delicia acho que gozei…
Percebi que os garotos estavam todos parados e não mais chutavam bola mas sim olhavam para as bolas do meu peito duro… assim semi-nua terminei de lavar o carro e o coloquei de volta na garagem ..
pois do outro lado da calçada os garotos estavam sentados na sargeta me comendo com os olhos..
Para presentea-los, dentro da garagem tirei minha roupa ficando completamente nua, fui fechar o portão vagarosamente deixando aqueles diabinhos tarados com minha buceta depilada e arrepiada aos seus olhos..
Joguei um beijo com as mãos pra eles e entrei… ali mesmo na garagem bati uma siririca e gozei muito..pois adoro me exibir…
Ainda vou traçar um por um daqueles pestinhas juvenis mas quando isso acontecer eu conto ta…
Só me add quem tiver cam ou foto prefiro casais que possam viver uma aventura sem frescuras ..beijos amores

Amei dar a bunda

Meu nome é Marcelo, tenho 36 anos, sou negro, alto e corpo atlético.
Desde criança sempre tive contatos mais fortes com meus amigos, mas nada que pudesse ser levado em conta.
Certo dia fui a casa de um homem que morava sozinho num lugar muito deserto ele se chamava Roberto e fiquei com muito tesão na bunda, foi quando tive coragem e tirei minha roupa de repente e me virei para ele pedindo para que ele me penetrasse.
Amei dar a bunda
Ele olhou minha bunda e me disse que não, eu fiqui sem graça, mas vesti apenas a cueca e continuei a me exibir para ele.
Coloquei a cueca dentro da bunda como se fosse uma calcinha e fiquei andado pela casa rebolando eu estava com muito tesão e queria ser enrrabado de qualquer jeito.
Num momento de distracção eu o peguei de pé na porta e comecei a esfregar minha bunda no pau dele, ele me olhava e não fazia nada, mas senti que seu pau estava ficando duro.
Ai ele reagiu e tirou a roupa e sentou na cadeira, eu vi aquele pau grandão na minha frente e não aguentei, fui logo sentando em cima dele.
Ele foi amaciando, amaciando e me penetrou…

Senti aquele cabeção enorme entrar no meu cu, dei um grito de dor e levantei rápido e sai correndo.
Nunca mais voltei a casa do homem.
Depois de alguns anos tive novamente o desejo despertado, foi quando procurei um travesti de programa.
Eu contei a ele o que eu queria e o levei ele para um motel.
Pensei que ia ser fácil mas o traveco tirou a roupa e queria me dar a bunda, eu querendo pau e ele também.
Tive um ideia peguei aquele pau mole e comecei mexer e contar minha própria historia.
Foi quando vi o gigante acordando,e que gigante.
O pau dele tinha uns 23cm, eu gostei muito, chupava como um louco, ele então me mandou ficar de quatro,já falava como homem, colocou a camisinha e veio com aquela estaca pro meu lado, eu fiquei com muito medo, ai ele passou um lubrificante me empurrou aquele pau no meu cuzinho apertado, eu gemia de prazer cada vez que ele bombava eu eu delirava.
Depois ele me colocou de frango assado e meteu aquele pau todinho gostoso no meu rabo eu mordia o traveseiro de tanto tesão.
Ele me comia e falava que meu cu era gostoso, apertado e que queria me comer de novo isso me deixava louco.
Depois ele tirou o cacete e eu comecei a bater uma punheta até gozar .
Se você nunca deu a bunda experimente que você vai gostar! Eu amei dar a bunda!

Comi minha vizinha gostosa

Oi, sou um cara normal, namoro há pouco mais de 2 meses e minha namorada infelizmente ainda não liberou a buceta para mim.
Como sou homem, em plena juventude e disposição, sempre quando vejo uma mulher gostosa fico muito excitado.
Até que teve um dia que eu não dei conta.
Desde quando me mudei para minha própria casa, vejo passar pela rua uma mulher muito sarada, de uns 25 anos, seios bem empinados, uma bundinha muito gostosa e uma carinha de safada.
Percebi que ela é minha vizinha e que o melhor de tudo: ela mora sozinha. Teve um dia que eu estava assistindo TV na minha casa quando de repente ela me chama lá fora e diz que precisava de minha ajuda lá na casa dela, para trocar o botijão de gás para ela.Comi minha vizinha gostosa
E aí é claro, na mesma hora eu fui. Fomos trocando um papo muito louco.
Aí eu troquei o botijão para ela, e só para a impressionar, comecei a tirar a camisa dizendo que estava com calor.
Percebi que ela estava ficando cheia de tesão vendo eu tão malhado e forte.
Terminei o serviço e quando ela foi me agradecer, me dando um beijo no rosto, eu virei a cara e nossos lábios se tocaram. Como sou meio tímido, fui logo pedindo desculpas, e ela falou que não era nada, que afinal ela estava mesmo afim de mim mas não sabia me contar.
Foi que ela me pediu um beijo e eu não resisti. Aí começou a putaria. Beijei ela com um tesão muito incrível e ela também, passamos a língua um no outro.

Ela começou a gemer e meu pau já estava duro, ela abaixou a camisa deixando seus peitos de fora e eu os lambi tudinho e pedi para ver aquela boceta. Ela pediu para chupar meu pinto primeiro.
Foi ótimo, ver aquela gata me chupando inteirinho e eu gozei na cara dela.
Ela logo ficou de 4 para mim, dei uns beijinhos naquela bundinha e soquei minha tora buraco adentro, foram umas 2 horas de puro sexo, orgasmo, beijo e prazer.
Acabei gozando dentro do cuzinho apertadinho dela, deitei ao seu lado.

Nós dois estávamos quase mortos de tão exaustos.
Fiz mais alguns carinhos e fui embora.
Hoje de manhã ela me achou na rua e disse que é capaz de semana que vem ela precise que eu troque de novo o botijão dela.
Até semana que vem, vou ficar batendo punheta pensando em como comi a minha vizinha gostosa.
Depois eu conto como foi.

Cunhada gostoza

Tudo aconteceu quando eu tinha 19 anos, ela é mais ou menos uns 3 ou 4 anos mais nova que eu,meu irmão trabalhava a noite e confiava em nós, deixando-nos sozinhos em casa, nem sabia o que estaria por vir.
Foi tudo de repente porque eu e ela até alguns tempos atrás nunca falávamos, depois que fiquei um tempo preso quando sai voltamos a nos falar, pois todos estavam contentes com minha volta.
Alguns dias depois um amigo meu me deu varias revistas pornográficas,umas 40 e eu sempre via, até que um dia mais ou menos 24 horas estávamos sozinhos em casa, eu no meu quarto e ela fazendo os 2 filhos dela dormir.
Ela casou cedo com ele e não perdeu tempo para engravidar, ai quando dormiram ela desceu do segundo andar e veio para conversar comigo, ai entrou em meu quarto que estava com a porta apenas encostada me chamar para conversarmos já que ambos dormiam tarde.
Eu estava vendo revista de sexo explicito e com muito tesão, ela ficou curiosa para ver também e veio perto de mim para ver, e percebeu que eu estava com muito tesão pelo volume na bermuda, riu falando que devia ser grande…
Eu sabendo que estava errado, pois amava e amo meu irmão, mas meu extinto de macho falou mais alto, falei que não, que era normal, ela pediu para ver e aí mostrei…

Estava que era uma estaca de duro explodindo de tanto tesão por tudo que estava acontecendo, ela me falou que era maior do que o do meu irmão e que devia ser uma delicia…Cunhada gostoza
Foi quando não aguentei mais e dei um baita beijo nela, chupando sua língua e ela a minha, deitei a na cama, e ela disse que estava menstruada mas já estava parando, dava de meter mas não chupa-la, foi quando a coloquei de 4,e fui logo alisando…
Tirei sua calcinha minúscula e vendo aquele morrão de buceta meti meu pau para lhe dar o que tanto queria, já que ela me achava lindo e gostoso, meti bem gostoso fazendo-a gozar que nem louca.
Ela mandava eu meter meu pau gostoso todo nela, na buceta dela, daquela puta vagabunda, eu a chingava muito e isso aumentava nosso tesão, até que gozamos juntos, mas tivemos que parar correndo e nos arrumar porque minha irma mais velha e que morava connosco, chegava de moto e ouvimos o barulho.
Foi óptimo e fizemos varias vezes mas contarei em outras historias como foi, e como foi também que comi minha sobrinha e a outra mulher que meu irmão arrumou.
Se gostaram deixem comentários, e quem kizer mandar e-mail é hnrikedasilva@hotmail.com