Como me tornei corno

Olá amigos, virei corno em um domingo que eu convidei cinco amigos da empresa onde trabalho para um churrasco a tarde em minha casa, já que nossos dois filhos estavam passando o feriado prolongado na casa da avó em uma cidade aqui próxima, que teria um show no sábado.
Sou casado com a cleonice a vinte e cinco anos, e nesse tempo, ela sempre foi muito recatada e não havia me traído, pois se dedicou a família a criar nosso filhos, como mãe zelosa que sempre foi.
Mas voltando ao assunto que nos interessa no momento, minha casa tem uma varanda na frente e um quintal grande nos fundos, com muros bem altos por causa da segurança familiar nos tempo de hoje, então neste quintal fiz uma churrasqueira e coloquei um chuveiro grande, para aproveitarmos os finais de semana em família.
Pois bem, avisei a cleonice que meus amigos do serviço viriam após o almoço para tomarmos cerveja e assarmos carne.
Cleonice gosta de um churrasquinho mas bebe pouco.
Tudo combinado, por volta de duas da tarde meus amigos que eram cinco, chegam em minha casa, quando chegaram eu mais a cléo já tínhamos carne assada e cerveja gelada para servi-los, e como o calor era forte em Fevereiro, eu disse para eles que ficassem a vontade, poderiam ficar sem camisa e quando quizessem poderiam entrar no chuveiro.
No começo estávamos meio tímidos, pois cléo não os conhecia e então eles ficaram meio encabulados de tirar a camisa e ficarem só de bemuda, mas com o passar do tempo, a cerveja rolando, papo indo e voltando, sd de pagode rolando solto, o clima ficou mais leve e a cléo já dançava lá no meio de nós, e ela vestia uma blusa branca(sem sutian por causa do calor) e uma bermuda leve de algodão, tudo muito simples e comportado.Como me tornei corno
Lá pelas quatro e meia já estávamos um pouco altos pela cerveja (a cléo também pois esse dia ela bebeu um pouco além do costume),e nós os homens já havíamos nos refrescado varias vezes, mas cléo não tinha ido nenhuma vez, acredito que por estar de blusa branca sem sutian, até que o romualdo mais chapado que os outros falou:
– uê, sua mulher não vai se refrescar não?
Quando eu pensei em responder o arnaldo disse:
-vamos jogar ela debaixo do chuveiro, que acho que ela tá com vergonha de nós…e falando isso , rindo e chamando o romualdo, pegaram a cléo pelos braços e apesar de seus protestos, abriram o chuveiro e a colocaram debaixo da agua, mas foi imediato, assim que a agua caiu em cima dela, seus peitos apareceram por sob a blusa branca, que ficou transparente e os bicos do seu peito ficaram durinhos,ela meio que envergonhada tentava sair debaixo da água, mas os dois não deixavam, rindo muito, não perceberam que os peitos dela estava a mostra…
Os meus outros três amigos perceberam aqueles peitões aparecendo e chegaram também no chuveiro e começaram brincar com ela, então o jairo falou:
-é wagnér, sua mulher tem uns peitões bem gostosos…
Quando cheguei perto, todos a rodeavam e olhavam para os peitos dela, percebi então, que ali iria rolar algo, pois a cléo, ainda continuava debaixo do chuveiro com os peitos aparecendo som os bicos ainda duros, só que agora meus amigos já haviam soltado seus braços, e todos nós estávamos excitados(não tinha como não ficar de pau duro) tomei as rédeas da situação e disse a ela:
– cléo você é a única que está de camisa aqui, quando disse isso o jairão disse:
– por isso não, gente vamos tirar a blusa dela.
E então tiramos a blusa da cléo, que já havia se rendido a situação e resolveu soltar de vez seu lado vadia e disse:
– já que é para tirar, vou tirar o resto , e se abaixou e tirou sua bermuda e calcinha ficando totalmente nua na frente de nós.
Quanso ela fez isso o jairo já partiu para cima dela e começou a chupar um dos seus peitos, o outro foi chupado pelo arnaldo, o romualdo enfiou o dedo em sua buceta e começou a masturba-la, no que foi imitado pelo elias, o tonico passou por trás e começou a se esfregar na bunda dela, eu comecei a me masturbar vendo minha esposa ser agarrada e se entregando assim na maior facilidade, para cinco homens até a pouco desconhecidos para ela.
O jairo , tirou seu pau para fora e cléo começou a pagar um boquete para ele se inclinando para frente, o tonico, que a encoxava por trás, abaixou sua bermuda e a penetrou ali mesmo, os outros também se despiram (inclusive eu é claro), pouco depois a cléo se agaixou e foi rodeada por nós, e ela chupava nossos cacetes numa volúpia incrível, depois mandei que ela ficasse de quatro na grama e o tonico voltou a penetrá-la enquanto ela nos chupava.
Cléo gemia e dizia estar adorando levar na buceta, depois foi a vez do arnaldo comê-la e pela ordem o jairo, o romualdo ,elias e por ultimo eu, depois fomos revezando, cada um a penetrando um pouquinho, até que o jairo resolveu comer o rabinho dela, foi difícil a penetração, pois ela me deu o cuzinho poucas vezes na vida, mas depois dela reclamar um pouco de dor, o jairo empurrou a rola toda no cuzinho da cléo, que a essa hora já gemia de prazer, eu entrei por baixo dela e fui chupando o grelo dela, o arnaldo enfiou o cacete na boca de cléo, e poucos minutos depois o jairo goza no cuzinho da cléo, e seu buraco foi logo ocupado por romualdo.
Depois todos nós fodemos seu rabinho, e voltamos a foder sua boceta, eu gozei duas vezes uma em cada buraco, quando todos estávamos saciados, cléo voltou ao chuveiro e se lavou, e ficamos descansando, pois a suruba ainda não ia acabar rápido não, mas agora com mais calma , cléo foi mais uma vez fodida por todos nós.

Depois minha cléo ficou totalmente exaurida por foder com tantos homens de uma só vez.
Mais tarde meus amigos foram embora e ficamos eu e ela apenas, muito felizes por tudo que tinha acontecido e principalmente, sem culpas e nem crises.
No outro dia ne empresa, meus amigos me trataram com todo o respeito.
Quando cheguei em casa dei um beijo em minha cléo e disse-lhe que a amava cada vez mais.
Nossos filhos já haviam chegado da casa da avó, e tudo voltara ao normal. Quando fui deitar cléo me fala isso:
-bom wagner já que você me apresentou esse mundo de prazer, agora não contentarei em ser mulher de uma pica só mais…
Eu novamente lhe beijei e lhe disse que agora ela estava liberada, para transar com quem ela quizesse, mas com discrição por causa dos nossos filhos.
No outro domingo o arnaldo que é separado, nos convidou para um novo churrasco, mas como nossos filhos estavam em casa a cléo foi sozinha (para nossos filhos ela disse que iria na casa de uma amiga), e então cléo repetiu a dose com eles, chegando em casa toda melada e fodida, com a buceta e o cuzinho arrombados…
Minha cléo agora está insaciável, pois alem de transar com meus amigos de trabalho, praticamente todo fim de semana, ela faz academia as terças e quarta hidro-ginastica (onde ela já arrumou uns macahos para a foderem nestes dias.
Na quinta ela arrumou um rapaz para limpar o quintal lá de casa e ele aproveita que nossos filhos estudam a tarde e faz a faxina na grutinha da cléo, nas sexta ela dá umas voltas na parte da tarde em busca de novos parceiros e está pensando em arrumar um parceiro fixo para a segunda (bom tem uma borracharia lá no bairo em que três negões trabalham lá, acho que ela dará para eles também) e pra mim sozinho as vezes durante a semana…
Mas a cléo gosta mesmo é de varias rolas de uma vez…valeu, abraços do corno dos amigos.

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>