Contos de conquistas, sensualismo e Chupadas inesquecíveis

Relato erótico do Sr. A.

Existem contos de conquistas, sensualismo e chupadas inesquecíveis, e eu tenho uns quantos que recordo com o pau feito!!! Hoje vou partilhar um deles com voçês…

Mais que tudo, essa minha amiga adorava a conquista, adorava o sensualismo adorava os pormenores, adorava sentir, que eu estava dominado pelos movimentos dela pelo toque.
fazia questão de me guiar pelo seu corpo, de me colocar exactamente onde ela queria.
Eu não gosto de ser dominado, pelo contrário, adoro ser dominador!!! 🙂
Mas… ela tinha uma forma incrível de deixar que uma pessoa se sentisse dominar a cena, mas sempre como ela queria, parece de facto um contra censo mas era assim mesmo que acontecia.Contos de conquistas, sensualismo e Chupadas inesquecíveis
Saia do banho, enrolada numa toalha bem curtinha, o cabelo molhados, os seios à mostra bem rijos. E ficava simplesmente parada a olhar para mim, colocava uma perna em cima de uma cadeira, desviava um pouco a toalha e deixava-me observar a sua coninha.
Era uma coninha bem cheia, imponente…
Ela não dizia nada simplesmente contemplava a minha cara de desejo… Depois, com dois dedos abria a ratinha, deixando-me ver aquele vermelho delicioso, com a outra mão pegava num dos seios e subia-o ate à boca… depois passava-lhe a língua….
Eu ficava simplesmente a arder de tesão, mas não saía de onde estava, era muito agradável ver aquela cena.
Ela pegava no clítoris dela e com dois dedos dava-lhe umas puxadinhas e gemia de prazer. Colocava dois dedos dentro dela e começava a fazer movimentos, fechava os olhos e atirava com a cabeça para trás, gemia de prazer e dizia:
– Olha o que vai ser teu está à tua espera…. aguarda um pouco e terás prazer e mais prazer…
Esperar aumentava a minha ansiedade, ia-me aumentando o desejo, ela gemia, arfava, sussurrava o meu nome, mordia os lábios…
De repente me chamou:
– Vem vem me possuir não aguento mais…
Aproximei-me dela, encostei o meu peito aos seios dela, ela pegou-me nas mãos e eu segui o seu ritmo, deixando que ela guiasse as minhas mãos por aquele corpo suave… beijei suavemente o seu rosto e procurei o pescoço dela com os meus lábios quentes…
Ela rodou e se encostou na parede dobrando-se suavemente procurando o meu pau duro e começou a esfregar-se nele feito cadela com cio…
Peguei no caralho e apontei no sitio certo e de uma estocada só enfiei ele todo até ao fundo… Depois fiquei estático, deixando que ela se movimenta-se ao seu ritmo.

Ela apoiou um braço na parede e rodou o outro procurando o um pescoço… rodou a cabeça dela e procurou os meus lábios, a minha língua, enquanto o meu pau entrava e saia do corpo dela.
Murmurava palavras:
– Fode-me mais e mais, faz de mim a tua puta, enfia-o todo, adoro sentir os teu colhões a bater na porta da minha buceta….
Tudo isso intensificava a vontade de a possuir mais e mais.
Os dois suávamos, eu sentia o suor a escorrer pelo meu corpo e via o suor dela a escorrer…
De repente ela vem-se num orgasmo brutal, intensifiquei os movimentos quando ela, já experiente, roda e se coloca de joelhos na minha frente e de uma vez só engole-me o cacete todo!!!
Eu segurei o cabelo dela para trás para ver toda a cena…
Ela olhava com um desejo enorme de sentir o leite todo na boca, chupava, lambia voltava a chupar… De repente ela fixa os olhos dela nos meus, isso me fez percorrer o corpo com um espasmo, como se tivesse levado um choque eléctrico, e vim-me todo na boca dela, via-a a engolir aquele leitinho todo, a continuar a chupar o meu pau a provocar-me arrepios incessantes, e a tirar um prazer enorme de ter conseguido os objectivos.
Quem melhor que a mulher para nos ensinar a realizar os seus desejos?

incontri online

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>