Archive for the Category »Contos eróticos Lésbicas «

Meninas chupem outras meninas

Eu Joana e uma digamos conhecida(Lia) combinamos de ir a praia no domingo. Chegamos cedo na praia da reserva(RJ) e ficamos estiradas tomando sol.
Foi quando Lia falou que iria fazer top less, eu fui na onda e arranquei a parte de cima do biquíni.
Lia começou a devorar meus peitinhos com os olhos.Meninas chupem outras meninas
No começo fiquei sem graça, quando ela se inclinou e deu um beijinho bem em um dos bicos.
Ai eu fiquei louca e falei pra ela me chupar os peitinhos, que eram todos seus.
Ela caiu de boca e eu fui ficando cada vez mais molhadinha.
Saímos da praia e fomos pra casa correndo.
Nunca tinha sido tocada por uma mulher e acabei adorando.
Fomos pro banho e lá já começou a putaria.
Ela chupou meus peitinhos e começou a lamber minha boceta, que delicia sentir uma mulher chupar minha xoxota.
Fomos pra cama e começamos a esfregar nossas xoxotinhas, depois fizemos um 69 bem gostoso.
Eu chupava a boceta dela com muito tesão.
Gozamos muito e nunca mais parei com essa putaria.
E recomendo mulheres: pelo menos uma vez na vida chupem uma boceta e chupem um peitinho.

Transando com namorado e melhor amiga

Oi eu sou kelly e aquilo que vou contar aconteceu quando eu tinha 13 anos, eu sou morena cabelos longos ondulados e castanhos e uns enormes olhos castanhos.
meio manipuladores e uns lábios vermelhos e perfeitos que parecem ter sempre batom vermelho, com 13 anos eu já era bem desenvolvida tinha um par de peitinhos médios e durinhos uma bunda media mas empinada e umas pernas perfeitas com umas coxas bem grossas e brozeadas .
Eu sempre me mastrubei e sempre foi louca por sexo e também sempre admiti que tinha uma queda por raparigas .
Bom eu tinha uma melhor amiga chamada Emily eu e ela éramos inseparáveis e apesar de ela ser um pouco menos desenvolvida que eu ,ela era linda com uns cabelos
loiros pela cintura e seus olhos avelã , Emily tinha um namoradinho o Francisco era um menino muito baixinho mas bem pppular e ele tinha um primo o jõao… ele era um rapaz bem alto com seu 1.73 era magro mas um pouco musculoso e seus olhos verdes ele tinha 15 anos e estava sempre de brincadeirinha comigo dizendo:
-se você fosse da minha idade o que que eu não faria com você menina gostosa e perguntava se eu queria namorar com ele mas era de brincadeira.
Até que um dia deixou de ser brincadeira e ele quis mesmo namorar comigo e eu aceitei, nosso 1º beijo foi no parque de nosso bairro num túnel a noite foi um liguado bem gostoso ele me agarrou pela cintura e enfiou sua língua quente em minha boca foi muito gostoso me deixou toda arrepiada…

A partir daquela noite nós os 4, eu, Emily, João e Francisco fomos naquele parque namorar nós brincávamos, conversava-mos, sentava-mos no colo e beijava-mos na boca enfim coisa de adolescente.
Com 13 anos eu já era bem atrevida e não via a altura de perder minha virgindade apesar de eu saber que ainda era muito criança e sempre que eu falava a joão disso ele falava que iríamos esperar mas eu sabendo que ele já tinha perdido sua virgindade queria ser dele. Transando com namorado e melhor amiga
Então surgiu a oportunidade perfeita. Meu pai teve uma viajem de trabalho e minha mãe foi junto eu e Emily preparamos tudo para ela passar o fim-de-semana comigo e convidamos nossos namorados e eles foram.
Começamos a noite bebendo shot’s ,licor beirão e vodka , fumando tudo o que uma criança não deve fazer mas nos não tavamos nem ai.
Passado um tempo o álcool já estava fazendo efeito e o ambiente começou ficando quente eu e meu namorado ficamos nos beijando ate que eu tirei camisa dele e ele falou pra mim:
-Sua safadinha aqui na frente deles não…
-Entao gato da minha vida vamos pro quarto de meus papais.
Ele pegou me ao colo e me levou pro quarto de meus pais me deitou na cama e tirou minha mini blusa branca trasparente eu não tinha sutian então ele caiu de boca em meus peitinhos durinhos. Quando ele começou lambendo eu foi inundada por um calor que vinha não sei de onde eu tava amando e morrendo de tesão. Depois tirou meus shortesinhos minúsculos e eu fiquei só de calcinha de renda preta… ele lambeu e beijou todo meu corpo ficou inclusive brincando com meu pircing
na barriga depois de me deixar bem tesuda ele tirou minha calcinha e lambeu minha bucetinha já toda meladinha depois de eu ter gozado em sua boca e ele ter engolido tudo ele me disse em meu ouvido em tom de safado:
-Agora você me vai fazer gozar ouviu sua safadinha?!!!

Eu sentei em cima dele e o beijei de uma maneira tão intensa que ele ficou de pau duro eu fiquei brincando um tempo com seu pircing na língua e depois parti pra seu pau enorme…. pra um rapaz daquela idade!
Comecei punhetalo de maneira desajeitada depois dei um beijinho bem na cabecinha de seu grande cacete… não resisti e lambi como quem lambia um sorvete eu lambi como uma putinha profissional e ele logo gozou em minha boca e eu adorei aquele sabor e aquele cheiro a sexo…
depois disso ele se pôs em cima de mim e falou:
-Agora sua xoxotinha virgem vai ser minha!
E ficou brincando com sua pica na entrada de minha xoxota eu tava dando em doida com tanta tesão e gritei:
-Mete logo seu pau!!!
E ele enfiou tudo… doeu muito mas acompanhado dessa dor veio um prazer imenso e de imediato esqueci a dor e o sangue que me escorria pelas pernas.
Ele enfiou cada vez mais e com mais força e eu senti o orgasmo a vir intenso quente eu senti o gozo dele dentro de mim e gozei dentro dele também.
Foi tão maravilhoso que ate meus dedos ficaram em formigueiro!

Depois desse gozo ele me falou:
-Agora vou comer se cuzinho.
Eu imediatamente me pus de 4 com o cuzinho virado pra cara dele… ele deu uma lambidela na entrada de meu cuzinho e uns tapadinhas gostosos me falando safadesas no ouvido…. enfiou seu pau duro como rocha de uma vez doeu muito muito mas valeu a pena. Gozamos intensamente os 2 depois disto dormimos abraçados na caminha de meus papais.
Pela manha eles se foram embora e eu e minha amiga Emily fomos tomar um banho juntas e contar as sacanagens da noite anterior.
No banheiro ela me contou tudo o que tinha feito com francisquinho eu confesso que aquilo me estava excitando ver ali minha melhor amiga nua me contando sacanagem… ate que ela me fez contar e eu contei ate que a meio ela me falou:
-Aiii para Kelly você me ta excitando garota…
E nisto me sobe pra cima de mim e me beija gostoso e eu admirada falei:
-Emily você ta maluca menina nós somos como irmãs e temos namorados!

-Somos como irmãs não somos de verdade e eles não precisam saber agora me fode como francisquinho não fez….
Eu lambi seu grelinho e enfiei meus 3 dedinhos nela mas sabendo que ela queria mais foi no quarto de meus pais na mesinha de cabeceira de meu papai e tirei o consolo que eu sabia que tava la foi pro banheiro e enfiei o consolo na minha melhor amiga ela se contorceu de prazer gozando na minha cara e fez o mesmo comigo me fudeu todinha
minha xoxotinha e meu cuzinho… depois fomos mais uma vez pro quarto de meus papais e ficamos la na cama brincado com os peitinhos uma da outra.
Foi um fim-de-semana maravilho e depois deste houve muitos mais mas depois conto pra voces bjs

Sexo a tres

Era um belo dia de sol, eu e minha mulher estávamos em casa e tive a ideia de irmos a praia…minha mulher estava sem biquíni, então fomos a procura de uma loja para comprarmos um, sendo dia de domingo não foi fácil, as lojas fechadas, tivemos que procurar muito.
Depois de algumas horas encontramos uma loja aberta, uma vendedora simpática, loira, olhos azuis, belo peito nos atendeu e muito prestativa começou a lhe mostrar os modelos. eu como não gosto muito de compras fui ao bar ao lado tomar uma cerveja. passado alguns minutos e a demora era tanta que resolvi ir ver o que passava…na loja não estava nenhuma das duas e achei muito estranho e fui ate o provador, para minha surpresa espreitei por fora e vi uma cena maravilhosa, minha mulher e a vendedora no maior amasso, elas se beijavam loucamente, acariciavam mutuamente que fiquei só olhando e não queria interromper aquela cena.. sexo a tres
Eu fiquei tão excitado vendo aquilo que tirei meu cacete para fora e comecei a bater uma punheta, uma chupando a outra, minha mulher chupando aqueles peitos maravilhos, grandes, perfeitos, era uma delicia ver as duas
, se despindo minha mulher chupando aquela buceta peludinha, enfiando o dedo bem gostoso e lambendo o cuzinho dela me deixou maluco, depois as duas começaram num 69 ate que minha mulher gozou de maneira que nunca fizera comigo, logo a seguir ela se virou e começou a acariciar aquela buceta peludinha ate que esta gozara…vendo que aquela putaria estava chegando ao fim corri pro bar e passado alguns minutos minha mulher chegou. perguntei a ela porque demorou e ela com uma cara bem lambida: não tinha nada que me agrade…nunca perguntei a ela o que aconteceu, mas espero que um dia ela me convide para um sexo a três…passou a ser minha fantasia…

Minha primeira vez com uma menina

Oi a todos.
Me chamo Sandra tenho 28 anos sou casada à 5, sou morena clara, tenho 1,78mt seios bem fartos e bumbum grande e empinados os quais tiram o fôlego não só de homens mas de mulheres também.
Sou comerciante,temos um supermercado na região do ABC Paulista,onde passo uma boa parte de minha vida.
O que vou contar aconteceu me quando ainda estava no colégio,tinha 16 anos,sempre fui uma garota tímida e muito recatada sou de uma família muito tradicional,do qual prezam muito pelos valores morais.
Porem desde cedo sempre senti muito tesão, principalmente quando via escondido,algumas revistas pornos do meu irmão mais velho, o que mais me excitava era ver mulher com mulher, ficava sempre molhadinha.
No segundo ano do Colegial, entrou na escola uma aluna que era lésbica e que todas as outras garotas tinha medo de ficar muito tempo perto dela pois ela era do tipo que atacava mesmo, as meninas sempre me diziam pra não ficar a sós com ela pois poderia me dar muito mal.
Sendo que ela já havia me dito que iria me pegar de jeito, aquilo me deu tanto tesão, que minha calcinha ficou molhadinha.
Tempo passou e um dia na hora da aula senti vontade de ir ao banheiro, pedi ao professor que me deixasse ir ele liberou me quando estava quase na porta ouvi ela também pedir para ir ao banheiro.Minha primeira vez com uma menina
Sai correndo pelo corredor, entrei no banheiro e tranquei a porta me sentei no vaso, quando ouço ela me chamando:
– Sandrinha,onde está você amor?! Aparece, quero ti ver!!!
Nessa hora meu corpo todo tremeu, minha xana se molhou toda,minhas pernas tremiam como vara verde, ela então bateu na porta, abre amor,abre…
Fiquei quieta, ela falou:
Sei que está ai, me deixe entrar?

Prevendo que não tinha outra alternativa e que meu tesão estava a mil e que tinha que sair a qualquer momento, resolvi encarar meu destino.
Abri a porta, ela estava com a mão no ombral da porta, com uma cara de safada, me comendo com os olhos, quando falou:
– Agora você será toda minha…
Entrou para dentro do box fechou a porta, começou a passar a mão por todo meu corpo,sentia um calor enorme me dominando, minha calcinha essas altura já estava toda molhada, então ela enfiou a mão por baixo de minha sainha que estava usando por cima de minha calcinha e disse:
– Cachorra, você já esta toda excitada,né vaquinha?!

Subiu minha blusinha junto do soutien deixando meus seios a mostra, começou a chupa-los me levando a loucura, nessa hora ela enfiou um dedo em minha xana,não aguentei comecei a geme alto ela meteu a mão na minha boca dizendo que não queria que ninguém ouvisse que me queria toda.
Ela então foi descendo sobre minha barriga,arrancou minha sainha com a calcinha junto colocou minha perna em seu ombro e enfiou sua língua quente e mui caliente em minha xana, eu estava indo a loucura coloquei minha camisa em minha boca para abafar meu gemido, pois havia entrado mais meninas no banheiro,ouvia muitas vozes, pois já era hora do intervalo e eu sendo sugada por ela que fazia-me contorce de tesão naquele banheiro.
Senti sua língua quente no meu buraquinho de repente ela meteu um dos dedo em minha boca eu suguei gostoso,em seguida,ela foi enfiando devagarinho em meu cuzinho, eu era virgem de tudo, aquilo começou a doer muito e ela enfiava cada vez mais, tentei impedi-la mais ela era bem mais forte do que eu, enfiou todinho no meu buraquinho,começou a mexe num vai e vem frenético, eu já estava alucinada mas ela queria mais, queria me foder muito mais e sem dó nem piedade enfiou outro e outro no meu rabinho eu tremia toda de dor.
Eu gozei feito uma cadela na boca dela e ela sugou cada gota do meu gozo sem deixar cair nada, nesse momento ela subiu e disse-me:
– Senti o teu gosto o teu gozo, e me deu um beijo demorado, quando foi sentindo seu dedo entrando em minha xana me rasgando me desvirginando.
Como sua boca estava sobre a minha ela abafou meu gemido, que seria mesmo um grito de dor e tesão.
Foi novamente,enfiando dois dedos em seguida mais um, como se quisesse em rasga toda me arrombar de uma vez,ficou nesse movimento por uns 10 minutos até que não aguentei e gozei em seus dedo, que estava cheio de sangue escorrendo pelas minhas pernas.
Ela pegou um papel e me limpou todinha subiu minha calcinha e minha saia arrumou minha blusinha, me deu um beijo e saiu, eu ainda estava toda tremula, fiquei lá dentro mais alguns minutos sentada no vaso, até me recompor.
Quando sai minhas amigas estavam me procurando, perguntando se eu estava passando mal, pois estava toda descabelada,olhei para o lado e vi ela me olhando com o dedo na boca dizendo em sinais que queria mais depois…
Depois eu conto como foi a primeira vez dela eu e meu marido,bjux a todos.

Sozinhas em casa

Bom, meu nome é Yasmin, tenho 17 anos, faço academia há 4 anos então tenho um corpo bastante escultural. Pele morena queimada de sol, daquelas que dura o ano inteiro, barriga durinha, seios fartos e uma bunda grande e empinada, coxas grossas e cabelos pretos até a bunda.
Chamei minha amiga Brenda para dormir em casa já que estava de bobeira numa sexta feira e não estava muito afim de sair, ela é maravilhosa, quase o mesmo modelo que eu, mas bem melhor! Quando chegamos em casa minha mãe estava se aprontando para ir a balada e já estava de saída. Quando ela saiu começamos a beber e conversar, até que umas 23:00 caímos no sono de tão cansada.. bom, pelo menos eu.sozinhas em casa
Quando foi 00:00 ela me acorda desesperada e pergunto o que havia acontecido.
– Não aguento mais de tanto tesão por você!
Confesso que fiquei bastante assustada pois nunca percebi que sentia atracão por mulheres. Fiquei molhada na hora porque a muito tempo me masturbava pensando nela.
Então lasquei um beijo gostoso nela, e fomos para o quarto de minha mãe, que tinhas bastantes brinquedos eróticos escondidos, mas eu sei muito bem onde ficavam.
Ficamos se beijando uns 15 minutos então levantei para encostar a porta, ela sentou no sofá e pediu para eu sentar no colo dela.
Estava vestindo uma camisola sem sutiã e calcinha fio dental, ela abriu as pernas e me encaixei de lado, e ela ficou acariciando minha buceta por cima da calcinha que já estava toda encharcada!
Foi quando ela desceu a cabeça e foi beijando meus peitos, eu gemia bem baixinho e já não estava aguentando mais aquela mão por cima da calcinha.
E então, ela desceu e abriu minhas pernas e tirou minha calcinha e começou a chupar, chupar com vontade , enfia a língua na minha entradinha, mordia meus grelos, eu ia à loucura até que gozei na boca dela, ela engoliu todo meu melzinho me deixando limpinha.
Joguei ela na cama e fui beijando seus peitos, virei ela de 4 e comecei a chupar com muita vontade e ela gemia gostoso. Enfiei 2 dedos e comecei a estocar aquela que ela gozou, limpei tudo e nos beijamos.
Então abri a gaveta e avia um consolo com suspensório, então ela o vestiu e sentiu no sofá, eu sentei na coxa dela e fiquei roçando meu clitóris molhando toda a sua coxa, ela me puxou e ficou batendo uma para mim com aquele pinto de borracha e me levava a loucura, então sentei nele, escorregou muito fácil pois estava encharcada, e ela pegava no meu peito com uma mão e a outra roçando meu clitóris.
E dizia:
– Vai sua putinha, geme pra mim geme, que buceta gostosa, a muito tempo eu te queria, geme mais.
E meus gemidos ia ficando mais intensos até que gozei, depois chupei todo o consolo. Ela o tirou e eu coloquei com um pé no chão e o outro no braço do sofá, e comecei a chupar aquela buceta maravilhosa toda molhada, peguei um consolo e comecei a estocar e enquanto ela gemia eu dizia:
– Vai sua puta, não era isso que você queria? Agora geme gostoso.
E ela rebolava naquela pica grande e grossa. Até que gozou.

Fizemos um 69 delicioso e ela lambia meu cuzinho e enfia a língua, e eu também, ela enfia aqueles dedos em mim e me preenchia toda, enfiava com vontade até que tivemos um orgasmo múltiplo.
Nos beijamos e arrumamos tudo, e fomos dormir, minha mãe me acordou no outro dia dizendo se a gente não queria viajar. Dissemos que não e então ela foi com o namorado e ficamos sozinha em casa por 5 dias, mas isso deixa para o próximo conto…
incontri online