Archive for the Category »Observar Fodas «

Amor no escuro

Ola amigos estou aqui para contar mais um caso verídico que aconteceu comigo a um tempo atrás.
Tenho um casal amigo ja de longos anos…ele marcio e ela véra..
Bem vamos ao relato:nós ja nos conhecemos a uns cinco anos e somos grandes amigos…poistemos grande afinidade e somos muito próximos.
Marcio nunca escondeu que tinha a fantasia de assistir a véra tranzando com outro homem na frente dele,mais ela nunca topou essa ideia.
E assim passaram uns dois anos sem nos encontrarmos pois eu fui trabalhar numa cidade vizinha aqui de campinas e nos afastamos um pouco.
No final do ano passado encontrei esse casal de amigos numa ida até minha antiga cidade e fiquei muito triste e surpreso ao ver que véra tinha perdido a visão…mais depois do impacto eles me disseram que tudo aconteceu devido a um acidente de carro sofrido a um ano atrás onde a véra bateu a cabeça no painel do carro vindo a descolar a retina..bem fiquei feliz ao ver que ela tinha superado tudo.
Fomos almoçar e depois eles me convidaram para ir tomar um drink com eles na sua casa…topei…
Depois de muito papo e recordações e farlarmos de tudo chegou o momento de eu ir embora pois no outro dia eu voltaria para campinas..
Ao me despedir do casal o marcio me acompanhou até o portão e me disse: franco…lembra daquela fantasia que eu sempre te disse que tinha…..respondi…sim marcio que tem ela?Amor no escuro
Sabe amigo ainda preciso ver minha mulher fudendo com outro ou vou enlouquecer….eu disse:mais marcio pra isso se realizar a véra tem que querer também não acha? marcio disse: franco…como confio muito em você queria te pedir um favor posso?..claro marcio se eu puder te ajudar farei…pode dizer.
Olha franco eu gostaria que você ficasse aqui em casa essa noite e quando eu tiver preparado minha mulher para fazer amor comigo você entraria e tomaria meu lugar..pois só assim posso realizar essa minha doideira topa?vi nos olhos do meu amigo um semblante de quase que implorando que eu o ajudasse…então topei.

Foi quando de ponta de pé entrei de novo na casa e o marcio me acomodou num quarto de hóspede e ali fiquei até o casal ir deitar..
La pela 23:00 horas o marcio veio até onde eu estava e disse-franco vamos chegou a hora vamos é agora……me levantei e me dirigi até o quarto do casal e pude ver que minha amiga véra continua mais linda que nunca..ela estava com um top preto e uma minúscula calçinha de renda tambem preta contrastando com aquela pele branquinha e brilhante.
Foi quando o marcio se aproximou dela e começou a beijar seu pescoço e aos poucos foi tirando seu top exibindo para mim aquele par de peitinhos lindos e pontudos de bicos grandes e firmes….
desceu beijando sua barriga e tirou sua calçinha onde pude ver uma bucetinha depilada e rosadinha.
Foi então que ele me fez um sinal para eu tirar minha roupa no que ele foi prontamente atendido..,pois eu ja estava de pau duro só ao ver aquela deusa linda e toda nua entre lençóis..
Me aproximei da cama e tomando o lugar do meu amigo me pus a chupar aquela buceta com muito gosto e tezão,pois ela já estava toda molhada e prontinha pra levar vara…foi quando o marcio me fez um sinal pra meter logo…obedeci e me metendo entre aquelas pernas lindas e brancas coloquei meu pau bem na entrada da grutinha e fui introduzindo cm a cm até aquela buceta guloza me fazer desaparecer por inteiro…ai comecei a meter bem forte naquela mulher que nem lembrava mais que seu marido estava ali a alguns cm do meu pau observando a fome de sexo da sua adorada esposa..

Ele se aproximou do rosto dela e pediu para ela ficar de quatro e ela obedeceu me oferecendo aquela bunda linda e perfeita..de novo encaixei a cabeça do meu pau na entrada daquela grutinha e num movimento só de quadril ela fez desaparecer até as bolas do meu saco…ela gemeu e gozoou muito..que delicia sentir aquela buceta quente sendo toda preenchida pelo meu pau de 23cm.
Meu amigo ali do lado de pau duro se masturbava loucamente ao olhar bem de pertinho sua mulher levando toda aquela vara na buceta.
Então eu não aguentando mais gozei como louco e dei uma boa quantidade de leite pra alimentar aquela grutinha que me deu tanto prazer..
Me levantei e sem fazer nenhum ruído fui saindo do quarto e vestindo minhas roupas fui terminar minha noite num hotel da cidade…satisfeito mais me sentindo culpado.
No outro dia cedinho tomei caminho de volta pra minha casa,mais aquilo que eu tinha feito não me saia da cabeça…..passou uma semana e eu não conseguia esquecer a sacanagem que eu e marcio tínhamos feito com véra …não aguentei mais e resolvi contar tudo para ela pois minha culpa não me deixava viver em paz comigo mesmo.
Peguei meu celular e liguei para a casa da véra e por sorte ela quem atendeu…eu disse: Véra preciso te dizer uma coisa…pois isso está me tirando o sono…mais antes quero que não tenha raiva e nem ódio de mim promete?
Fala franco nunca vou te odiar por nada desse mundo….não depois de tudo……respondi…tudo que véra?disse ela sorrindo…depois de ter feito amor comigo naquele dia…..e olha não se culpe ta pois adorei muito…….Nossa véra como sabia que era eu quem estava contigo e não seu marido?……véra: olha franco meu marido sempre quis que eu fudesse com outro na frente dele…e agora para realizar as fantasias dele eu topei e escolhi você…não se culpe foi muito bom que sempre que vier aqui vamos repetir se quiser é claro….

Responde:gostou ou não da minha bucetinha…?claro que sim véra e pra te provar vou voltar aí na semana que vem vai querer de novo….estou aqui …….claro franco sempre que estiver aqui pode vir que minha buceta vai ser só sua…ha!detalhe da próxima vez você vai ter meu cuzinho e minha boca tomando seu leite…se o marcio quer vai ver a sua mulher ser a mais puta que ele já viu.
Depois dessa conversa entre eu e a véra aliviei toda minha culpa indo fuder minha amiga toda vez que vou até la…pois mesmo ela não enxergando ela é uma amante maravilhosa…essa foi minha foda mais diferente que já tive…obrigado a todos e podem me procurar sigilo absoluto …meu msn é pftom@hotmail.com

Minha mulher me exibiu para as amigas

Ola crianças:estou aqui de volta para contar mais um caso real que aconteceu comigo.
Bem há alguns anos atrás eu e minha esposa mari fomos convidados para um banho de piscina na casa de uma amiga de trabalho onde la estaria todas suas amigas de repartição.
Chegamos la por volta das 13:00 daquele domingo e fomos recebidos pela valquiria que era a dona da casa…..trocamos beijinhos e fomos para a piscina onde já estavam la todas amigas da empresa.
Eu cumprimentei todas elas com um beijinho no cantinho da boca e fui até o banheiro por minha sunga…detalhe…eu sempre gostei de usar sungas minúsculas que mais parecia uma calçinha.Minha mulher me exibiu para as amigas
Quando voltei para o quintal e as meninas me viram percebi que algumas ficaram espantadas,pois minha sunga era tão pequena que mal escondia meu caralho..mais um detalhe…me depilo todo pois minha mulher não gosta de pelos pelo corpo.
Mergulhei e em conctato com a agua fria fiquei todo arrepiado e sai logo da agua.
Percebi que os olhares das meninas se dirigiam para minha sunga que nessa altura estava transparente e dava pra se ver o vulto do meu pau pois a sunga que eu usava era branca e sem fôrro..como ali só tinha eu de homem eu era o centro das atenções.
Foi quando minha mulher pegou um frasco de bronzeador e me disse: tom vou passar bronzeador em você porque não quero meu amorzinho descascando como uma cóbra amanhã.
Ela pegou uma toalha estendeu no chão e me fez deitar
sobre ela…..me deitei de bruços e minha mulher derramou um pouco de bronzeador nas minhas costas e começou a passar por cada pedaçinho da minha pele.
Quando ela chegou nas minhas coxas começou a puxar para o lado minha sunga que já não era tão grande exibindo assim toda minha bunda para suas amigas que estavam observando aquela cena.
Minha mulher pediu para eu me virar de frente e continuou sua caminhada com as mãos sobre meu corpo,dessa vez desamarrou o laço da minha sunga e começou a passar bronzeador por dentro dela tocando meu pau varias vezes,e eu não aguentando mais fiquei de pau duro quase arrebentando a lycra da minha sunga…então ela foi passando mais e mais me deixando louco…
Eu observava suas amigas que nesse momento já se podia perceber que todas estavam molhadinhas entre as pernas.
Minha mulher foi tirando minha única peça até me deixar completamente nu ali entre todas aquelas mulheres…meu pau lisinho sem pelo algum apontava para o alto e cada vez que a mari passava óleo sobre ele ele parecia querer explodir de tezão…ainda mais que eu sempre fui adepto do exibicionismo.
Abri bem as pernas e minha mulher começou a massajear meu saco que de tão grande descansava suas bolas no ladrilho.
Foi que de repente uma das suas amigas se aproximou e pediu se podia passar um pouco de bronzeador em mim também….minha mulher não se fez de difícil e entregou o frasco nas mãos da debora…esse é o nome de uma delas..
Então ela começou a deslizar suas mãos por meu corpo até chegar no meu pau que duro como uma rocha quase explodia em gozo já naquele momento..
Eu não aguentando mais tanta tortura chamei minha mulher que estava ali ao lado assistindo tudo e pedi pra ela me fazer um boquete pois eu iria ter um enfarte se continuasse aquela sessão de tortura…pois as outras mulheres que estavam ali já estavam nuas e se masturbando sem pudor algum…até minha mulher estava completamente nua ao meu lado…minha mulher então pediu para a debora fazer uma chupeta em mim e como a debora também já estava toda molhada não pensou duas vezes e caiu de boca no meu pau e por muitas vezes colocava tudo até a garganta até sentir toda engasgada.
Mais eu queria mesmo uma buceta pra fuder e foi então que puxei a debora por cima do meu corpo e coloquei a cabeça do meu pau na entrada daquela gruta enxarcada e com um movimento de quadril fiz meu pau desaparecer todo naquela buceta gulosa que iniciava um frenético vai e vem engolindo todo e depois tirando …ai delicia que gostoso sentir aquela buceta me engolindo até o saco e ainda mais com tanta plateia nos observando tão de perto.
Minha mulher veio por cima e colocou a buceta bem no meu rosto e dizendo chupa seu safado chupa minha buceta chupa cachorro e enche a buceta da deb de porra…ela esfregava sua buceta na minha boca com tanto tezão que eu sentia seu melzinho escorrer e lambuzar todo meu lábio e nariz..

Foi então que num momento loucura minha mulher gozou gemendo como uma puta no cio…
Saindo de cima de mim e ordenando que uma outra amiga viesse gozar na minha cara também,e assim todas gozaram na minha boca e eu já estava nas nuvens explodi em gozo lançando jatos de esperma na vagina da deb……mais eu tinha só mais uma intenção ….comer a valquiria a dona da casa pois ela era casada e o marido estava em viagem pela firma onde a val e todas que estavam ali trabalhavam.
A val estava deitada sobre uma toalha e de bruços ..foi quando me deitei sobre ela e comecei a brincar com a cabeça do meu pau naquele anelzinho rosadinho e pequeno…ela me empurrou e disse que nunca tinha feito anal e se fosse fazer um dia faria primeiro com o seu marido e sorrindo saiu dali me dando um tapa no meu pau duro…
Então minha mulher se aproximou e me disse…tom fode meu rabo aqui na frente de todas fode.obedeci e a coloquei de quatro sobre uma cadeira espreguiçadeira onde a mari ficou de bundinha bem arrebitada a minha mercê exibindo aquele cu sem pregas a todos os olhares tarados ..foi quando encaixei meu pau naquele orifício acostumado a levar minha vara quase todo dia e fui enfiando até ficar com o saco de fora…..bombei muito naquele rabo até explodir e encher aquele cu de leite onde assim que tirei meu pau se via o estrago que ficava depois de vara no rabo aberto como uma buceta estourada por um jumento..
Ainda fiz muito sexo com todas as meninas que ali estavam, até a valquiria entrou na dança e levou pau na buceta umas duas vezes fora o consolo que também participou da brincadeira…..foi uma tarde que nunca vou esquecer pois foi meu melhor presente de nível que já ganhei na vida…hoje somos todos amigos e pouco tocamos no assunto.
Exceto a valquiria que até hoje participa das nossas tranzas junto com o marido que fode tanto minha mulher que até já chegamos a trocar de esposa por uma semana onde a valquiria veio morar comigo e minha mulher mari foi morar com o tiago..ha..tiago é o marido da val..
Eu respeito muito todos que realizam suas fantasias e respeitam seus desejos pois a vida é curta e é preciso gozar muito…
Se alguma mulher ou homem tem desejos e fantasias mais não tem coragem de por em pratica pode me adicionar que vou ajudar-los a fazerem todos os passos para convencerem seus parceiros a aceitarem.

pois só existe traição quando se faz escondido..quando existe companheirismo e cumplicidade não existe traição ..pensem nisso e gozem muito ..beijos para quem quiser me adicionar no msn
pftom@hotmail.com.

Sodomia – Deliciosa aprendizagem – (primeira parte)

Eu sou um corno … e eu estou orgulhoso. Pronunciar esta frase teria parecido ridículo alguns meses atrás, mas hoje me enche de prazer.
Cristina , minha esposa é uma mulher bonita de 36 anos , eu sou o mais velho de seis anos e estamos juntos há 10 anos. Nós dois tivemos aventuras sexuais antes de nos conhecermos e nossa vida sexual é gratificante, mas muito clássica.
Fisicamente, Sandrine representa para mim o ideal feminino, mede 1,67 por 54 kg, ela tem um rosto angelical e longos cabelos castanhos e lisos com uma franja em que brilham com belos olhos azuis, muito bonita as pernas bem curvo, cintura fina e peito generoso. Ele geralmente enlouquece os homens que ela conhece e eu gosto que a minha esposa seja apreciada pelos homens.
É o peso da rotina? ou o facto de eu ver sites adultos na net? Eu não posso dizer, mas um desejo me tentava há algumas semanas. Eu assisti horas de vídeo sobre a troca de casais, . sonhei em oferecer a minha esposa a um estranho, um homem mais velho, de preferência , que ela seja submissa à um velho perverso que ele a utilize segundo seu prazer. Fantasia de louco? Percebi que esta prática é mais difundida do que eu imaginava. Sites especializados lidaram diretamente com este assunto e reuniu centenas de cornudos voluntários e de esposas que estavam de acordo
Percebendo que a minha primeira abordagem com a minha esposa não foram muito bem sucedidas, eu aproveitei uma noite , quando ela estava de humor malicioso para lhe mostrar os sites que eu frequentei.
– tens fantasmes sobre isto? Perguntou-me ela
– Sim, hà algum tempo, e tu o que achas?
– É muito excitante , mas eu não tenho certeza se posso fazer o que fazem estas mulheres. Fazer amor com um desconhecido é uma fantasia muito comum e confesso que eu já pensei, mas me submeter ao velho tarado é outra coisa … Deixe-me explorar este novo mundo e eu tomarei a minha decisão.

Ficamos nessa posição, mas eu continuei meu trabalho de negociação com minha esposa. Felizmente, depois da primeira visita, ela começou a gostar ds sites ela confessou-me que era muito excitante. As noites passadas à frente do computador trouxe picante para os nossos jogos sexuais. a minha esposa parecia menos reticente em tentar uma experiência.
A realização dessa fantasia é feita de forma inesperada durante uma viagem ao exterior,durante uma semana de férias em Marrocos no meio do inverno mudança de cenário por nós para evitar as multidões de turistas. Marrakech é iluminada , maravilhosa durante o dia , fria à noite.
O hotel onde ficamos meia pensão perto da medina era caloroso e pouco frequentado . Poucos turistas fizemos o conhecimento de alguns. Entre eles, Roberto, um homem de negócios do nigéria de cerca de sessenta anos nos simpatizou. O homem não era alto e rotundo, mas emanava dele um certo carisma. . Ele conhecia muitas pessoas nesta cidade e sua companhia era agradável. Percebi rapidamente que a minha esposa não era um estranha para este tipo de interesse e que ela lhe agradou muito.Sodomia - Deliciosa aprendizagem - (primeira parte)
Uma noite, ajudado pelo à que álcool nos discutimos sobre algumas confidências. nos acabamos por falar das nossas fantasias sexuais. ele nos ouviu com interesse e nos contou que em sua longa vida como um viajante, ele teve muitas experiências libertinas. Ele se ofereceu para acompanhar-nos na nossa missão…
– Se tu queres ver a tua mulher bonita honrado por outros homens , aproveita estas férias . Proponho-te uma nova experiência. confiai-me o vosso fantasma eu o realizo não vai se arrepender.
Ele olhou para a minha esposa, bem maquilhada , usando um vestido curto, sapatos com salto alto e disse:
– Sua esposa é uma delícia, entrega-me a mim,e ela sera satisfeita e você também.
Depois que ele partiu, discutimos sobre a proposta de Roberto. Pareceu-nos que, o local era o ideal para a realizaçao de tal expriencia.. De volta a Portugal, poderíamos optar por esquecer, ou podemos desfrutar desta aventura.

Eu o informei ,que estamos de acordo de ir até ao fim do nosso fantasma . Marcamos um encontro naquela noite num restaurante, dizendo que tínhamos de reservar o resto da nossa noite.
A minha esposa estava ansiosa. Quando eu a vi sair do banheiro, percebi que, apesar de os primeiros passos hesitantes , ela sabia perfeitamente jogar a carta da seduçao. Ela usava um decote vestido muito curto e preto que mostrava seus seios bonitos, as pernas cobertas de véu extremidade baixa preto e ela usava sapatos pretos com saltos vertiginosos 12cm. Sua maquiagem foi particularmente bem feita ,os longos cabelos castanhos soltos sobre os ombros.
Roberto recebeu-nos no restaurante, elogiou a minha esposa . Durante a refeição, ele fixa os termos de nosso compromisso comum:
– Durante o resto da vossa estadia em Marrakech , seja 3 dias, você confia-me a tua esposa e tu perdes os seus direitos sobre ela. Por outro lado , Cristina , eu espero de você a mais estrita obediência. Eu vou oferecer varias saidas, encontros, alguns na companhia de seu marido, outros sem ele. Qualquer que seja o nosso destino, você sempre usam vestuario sexy como esta noite: vestidos ou saias, saltos altos, lingerie. Você vai ter que me prometer a maior docilidade sexualmente, porque você vai fazer sexo comigo, é claro, mas também com estranhos. Às vezes, isso terá lugar na frente de seu marido, outras vezes em sua ausência. Neste caso, ele será forçado a fantasiar sobre experiências que nos lhe contaremos depois. estão de acordo com este contrato?
Nós aceitamos estas condições, sem hesitação, mas não sem alguma apreensão. Admiti me tornar num cornudo assumido e a minha esposa se abandonava a este homem sem condiçao.
Roberto nos levou após o jantar em uma pequena casa de hóspedes na medina. Neste momento, as ruas estavam desertas e apenas o barulho dos saltos altos da minha esposa na calçada perturbado o silêncio. Alguns turistas nos cruzaram todos olharam para a minha esposa , cuja roupa sexy parecia um pouco fora de lugar neste bairro.
Roberto tocou a uma porta e abrimos um homem taciturno, ele nos deu uma chave e mostrou-nos um quarto no fundo de um corredor escuro. Entramos numa sala modestamente mobiliado com uma cama, um armário, uma poltrona, uma cadeira e mesa. Cal nas paredes estava desbotado e surrado tapete. Roberto fechou a porta e olhou para nós com um ar satisfeito:
– Vamos colocar algumas regras no lugar. Você usar o modo formal quando você está falando comigo e me chamar de senhor. Quando estamos juntos, você obedece minhas instruções. Você não está autorizado a falar com você sem o meu consentimento.
Contra todas as probabilidades, ele virou primeiro para mim e mandou-me a despir-se completamente. Nu, eu estava um pouco envergonhado de mostrar-me neste lugar na frente de minha esposa e um virtual desconhecido, meu pau balançando tristemente enrolada entre as pernas. Roberto fez-me sentar em uma cadeira com uma corda , ele amarrou minhas mãos firmemente por trás das costas e, em seguida, amarrou meus tornozelos às pernas da cadeira.
– Perfeito, diz ele com um ar satisfeito, voltando-se para a minha esposa ,teu marido na primeira fila para desfrutar do espectáculo

– minha querida é tempo de passarmos as coisas sérias, . Tire suas roupas!
– Uh, inteiramente?
– Obviamente, quero ver o seu lindo corpo..
Minha esposa obedeceu , enquanto o homem sentou na cama olhando para ela. Ela desamarrou o fechamento de seu vestido que deslizou sobre o seu corpo caindo no chão. Ela apareceu num sutiã de rendas e um string minúsculo tão leve quanto transparente. Suas pernas foram lindamente vestida de base-final véu negro em suas coxas realizada por uma liga de renda larga. Ela enfrentou o homem, nua e vulnerável, vestida com apenas os acessórios que o tornou ainda mais desejável.
– Bonito, raramente vi um espectaculo tão excitante. Sua esposa é uma verdadeira maravilha, eu não sei se você sabe a honrar como deveria, mas esta noite ele vai ser tomada como ela merece.
Ele veio e parou ao lado de cristina, que mantinha os olhos baixos esperando . Ele passou a mão por suas costas e caminhou lentamente até suas nádegas que ele começou a acariciar delicadamente no início, em seguida, com mais firmeza. Com a outra mão ele tomou sobre os seios pesados ​​acariciando.

– Quantos anos você tem?
– 36ans, senhor.
– Gravidez?
– Apenas uma.
– Qual é o tamanho do seu peito?
– 95C
Sua mão desceu ao longo de sua barriga e perdurou por muito tempo em seu púbis completamente liso e sem pêlos.
– Você faz a depilação total?
– Sim, meu marido gosta.
Cristina tinha passado a manhã em um instituto e tinha testado a tradicional cera deixa a pele macia e sedosa. Vislumbrei o resultado, mas foi Roberto, que agora ia aproveitar.
– Obrigado Sr. marido, eu gosto das conas lizas e suaves.
abre as pernas querida…
O velho lentamente deslizou a mão entre as coxas da minha esposa, ele insinuou os dedos entre os lábios vaginais e acariciou-os suavemente. Ela abafou um suspiro. Seus dedos afundaram mais profundo e encontrou a entrada de sua vagina. Lenta mas seguramente, ele inseriu um dedo no seu sexo . a minha esposa deu um gritinho.
– Você està molhada, minha puta vadia. Você gosta disso?
– Sim, senhor … Eu estou muito excitada.

– Você responde bem. Vamos continuar essa discussão pouco, mas primeiro você vai tomar uma posiçao mais adequada.
Ele levou cristina até a cama ordenou-lhe de se meter a 4 patas com as pernas bem abertas , Nesta posição, ela não escondia nada de sua intimidade e seus seios balaçavam livremente debaixo dela.
– Bem, olhe para sua esposa disse o homem, apontando para ela. Que você vê? ela se Oferece como uma prostituta.
A bela jovem que eu contemplava, nua, exceto por suas meias e sapatos de salto alto, sensual, exposta e oferecida …
o meu pau se endireitou.
– Ela é bonita e desejável.
– Hoje à noite, não é para você. Eu vou utilizá-la para o meu prazer.
Virou-se para cristina:
– Você já foi fodida por um estranho?
– Não, senhor.
– Esta é a sua primeira experiência?
– Sim, senhor.

– Você tem amantes?
– Não, senhor.
O homem deu um tapinha no bumbum, e agarrou seus seios começaram a acariciá-los.
– Seu marido, te fode muitas vezes?
– Depende … duas vezes por semana.
– somente! O que a falta de virilidade! Uma cadela linda como você, eu fodia todos os dias. ele te faz gozar?
– Nem sempre.
– ele te fode como?
– Depende … Muitas vezes, estilo cachorrinho.
O cara escorregou um dedo em sua fenda glútea, o que causou um longo estremecer nela. Ele tocou o sexo suave, particularmente vulnerável ​​nessa posição indecente. Ele introduziu um, depois dois dedos em sua vagina e ela suspirou.
– Ele te enraba?
– Não, senhor.
– Por quê?
– É doloroso, eu não gosto.
– Você gosta de ver os meus dedos na cona sua esposa? excita-te? me disse ele vendo o meu pau completamente erecto.

– Sim … senhor.
O cara saiu de seus dedos da vagina molhada de minha esposa e esfregou secreções seu ânus. Quando julgou que era suficientemente lubrificado, ele forçou sua bunda e meteu um dedo. a minha esposa deu um gritinho.
– Você vê, não é tão difícil hoje ou a próxima vez eu vou meter o meu caralho todinho no teu cu na frente de teu marido. Estou ansioso para fazer a tua aprendizagem de sodomia.
Ele começou a despir-se e tirou as calças e cuecas, deixando apenas sua camisa aberta sobre a barriga e meias. ele fez a minha esposa descer da cama e ordenou-lhe para ficar de joelhos diante dele. . Ele tinha um físico desajeitado, quase cômico torso Sua massa foi apoiado por pequenas pernas finas, mas a parte de sua anatomia o mais espetacular foi ao nível dos olhos: uma semi ereção de um caralho de tamanho impressionante, grosso a minha esposa estava de boca aberta.
– vai querida chupa….
Cristina começou a lamber a glande grande e brilhante e, em seguida, levou-o membro boca entre a maquiagem dos lábios. O pênis, já grande no início, inchaço e endurecimento distorcer grosseiramente a boca de minha querida e terna. O velho agarrou seu pescoço e imprimiu-se o ritmo de fellaçao. No meio sufocadas, minha esposa fez uma pausa para lamber uma coluna regular de carne, o que lhe permitiu recuperar o fôlego. O cara deu-lhe algum espaço para respirar e obrigou a chupar-up em afundando cada vez mais em sua garganta.
– teu marido pode se orgulhar, tu sabes chupar como uma verdadeira puta . Lambe-me as minhas bolas agora.
Minha esposa não é um grande fã deste exercício que repugna alguns, mas fê-lo. ela lambeu seus testículos longo de uma língua quente e úmida enquanto o homem suspirou com alívio. Percebi que ela nunca me fez uma carícia oral quente e torrida até agora, com um estranho hoje à noite ela estava agindo como uma verdadeira puta. Eu estava com um tesao que me doia. O velho insistiu para que ela o chupe um momento e depois se afastou.
– Ele é lindo o meu pau preto ? Você gosta?
– Sim, é grande.
– Maior do que o teu marido?
– Sim maior, eu nunca tive relações sexuais com um homem com um sexo igual ao senhor
– Então, vamos passar as coisa sérias.
O velho levantou-se e colocou-o de volta na cama na posição anterior de quatro,. Ele acariciou a vulva e viu que sua excitação aumentou.
– Você está molhada de tesão. Vou te foder como uma cadela no cio. estas de acordo de continuar,queres mesmo fazer cornudo o teu marido?
– sim, senhor, foi ele quem pediu. Eu quero que você me possua.
– Com grande prazer, minha querida. Olha para o marido, sua adorável esposa está pronta para o acasalamento. Eu vou te mostrar como tu deves foder a tua esposa e como a fazer gozar..
O velho veio por trás da minha esposa e dirigiu em direção ao sexo brilhando da minha esposa minha esposa. Seu pau escorregou nas dobras de sua vulva e começou a entrar lentamente. ele dilata ao maximo a sua vagina estreita com o seu caralho enorme. Ele meteu aos poucos , como se para aproveitar cada centímetro ganhado na privacidade de sua parceira. Ela gemeu baixinho, o rosto contorcido.
Quando ele entrou totalmente , a sua barriga bateu contra sua bunda bonita, começou a fode-la lentamente segurando-a pelos quadris
– whau ela tem uma cona apertada ! Sua vagina pequena aperta meu caralho bem, é delicioso.
A minha esposa dava pequeno grito cada vez que ele metia ao fundo. Do meu lugar eu podia ver o seu grande caralho preto saindo e entrando como um pistao bem oleado. . Minha excitação estava no no máximo,. Minhas mãos estavam firmemente ligadas, eu simplesmente não conseguia me aliviar. Eu estava condenado a ver o minha querida ser fodida por este porco velho sem poder desfrutar do jogo.
Ele bateu ritmicamente, vigorosamente, corajosamente. cristina encaixava as suas estocadas e parecia apreciar como Roberto a possuía. Ela ofegou, o rosto corado, os olhos semicerrados e gemeu baixinho quando acelerando ou mudança de ritmo.
O velho deu-se seus quadris para agarrar seus seios balançando ao ritmo da penetração e começou a amassar, enquanto continua a foder.

Ele virou a cabeça em minha direção:
– estàs ver como deves fazer? tua esposa é uma delícia, mas tu tens que saber foder. Excita-te de ela ser fodida por um preto? Responde-me!
– Sim, senhor, eu gosto que o senhor foda minha esposa.
– Sela vai ficar satisfeita, confie em mim.
Eu senti que ela ia gozar , a sua respiração não me engana. Momentos depois ela foi esmagada por um orgasmo devastador, ela gozou e em voz alta, enquanto Roberto também acelerou o ritmo.
– Ele vai me esvaziar os colhoes,esta cadela!!!
Ele ejaculou longamente na vagina da minha mulher. Ele permaneceu nela por alguns momentos, aproveitando ao máximo a fêmea que ele acabou de foder. retirou-se, finalmente, com um som de sucção ignóbil.
– fica nesta posição, eu cuido de teu marido.

O homem se aproximou de mim e desfez uma das minhas mãos. Tomei meu pau e comecei a masturbar freneticamente na frente do espetáculo antes de mim. .. o sexo da minha mulher bocejando, dilatada e avermelhada pela dureza da penetração. Entre os lábios murchos um espermatozóide negrito fluiu lentamente e contaminou sua virilha. Eu não tenho muito a chegar e eu ejaculava copiosamente sobre minhas coxas, enquanto o homem esfregou o pênis nos seios de cristina.
– Madame apreciou? Você teve um orgasmo?
Cristina, um pouco envergonhada timidamente balançou a cabeça:
– Sim, senhor, eu apreciei.
– O marido também gostou, disse ele, gozando de mim. Obviamente, você não está sempre à altura para honrar a tua esposa. Hoje à noite eu lhe mostrei o que uma sessão de foda real. Durante o resto da sua estadia, você não tem permissão para tocar em sua esposa. Vai ser fodida por outros. Você quer que eu continue a cuidar dela?
– Sim, senhor, se ela concordar, eu estou de acordo
Ele se levantou, e abraçou a minha esposa por tras. Ele acariciou seus seios e barriga:
– E você, sua puta, você quer continuar a descobrir o sexo?
– Sim, senhor
– Perfeito, vai amanhã às 11:00 no hotel para novas experiências.
Nós nos vestimos e seguiram Roberto exterior. Em silêncio, voltamos para nosso hotel. Uma vez no nosso quarto, ela se despiu, o string estava ensopado de sperma , os seios e nádegas foram marcados por força de serem apalpados, seu sexo exalava um odor de almíscar que invadiu quarto. Terrivelmente excitado , corri para ela e tentei abraça-la.
– Não, querido. Eu amo você, mas eu estou extremamente excitada com a experiência que vivemos agora.
Tu não me tocas mais durante o resto da estadia . Eu vou ser mais sexy em teus sonhos, eu vou te excitar como sempre, mas será Roberto, que vai me posseder o meu corpo. Eu tenho pouco de vergonha de como eu entreguei a ele, eu aceitei ser tratada como uma vagabunda e te humilhando na frente de você. Mas eu gozei como nunca gozei contigo, por isso não estragamos esta experiência e vamos vivê-la até o fim.

Eu aceitei o meu destino e eu joguei o jogo a minha querida esposa tinha aceitado minha fantasia, eu não iria reclamar.
à seguir….

Meu marido me exibiu e eu virei puta

Oi crianças estou aqui de volta kkkk vamos ao conto.
Bem sou leticia 1,70 de altura e 59 de peso sou morena clara de cabelos cor de mel e olhos castanhos e um peitinho rosadinho e com uma bunda arrebitadinha.
Bem fomos convidados para um churrasco de confraternização na empresa do meu marido carlos. Essa festa acontece todo final de ano.
Eu me vesti com um vestido preto até os joelhos pois ainda era muito recatada, coloquei também uma calçinha preta e sutiã preto, gosto muito de roupas pretas e coloquei uma sandália de salto alto e estava pronta para ir a tão badalada festa.
Saímos por volta das oito horas e chegamos la por volta das 21:00 la tinha quase todo o pessoal da firma alguns eu conhecia outros não.
Bem tomamos alguns drinks e estávamos muito a vontade no ambiente foi quando começamos a dançar musica lenta onde se dança agarradinho.

Eu estava no meio da sala dançando com o carlos e ali trocávamos beijos, foi quando ele começou alisar minha bunda por cima do vestido e as vezes ele o levantava deixando a mostra minhas coxas e até minha calçinha.
Os outros convidados nos observavam com espanto pois nunca imaginariam que o carlos fosse exibir a esposa entre tantos convidados..foi quando num gesto mais ousado o carlos soltou o fecho do meu vestido o fazendo cair ao chão..nesse momento meu rosto pegou fogo e fiquei vermelha de vergonha pois fiquei só de calçinha e sutiã ali no meio da sala…quando fui me abaixar para apanhar meu vestido meu marido levou as mãos nas minhas costas e soltou o fecho do meu sutiã retirando o num movimento rápido deixando meus peitos todo a mostra.Meu marido me exibiu e eu virei puta
Tentei cobrir os seios com as mãos mais fui impedida pelo meu marido que já estava baixando minha calçinha e quando fui tentar segurar minha calçinha que já estava no joelho arrebitei minha bunda e foi só assobios e palmas dos convidados…
Nesse momento fiquei tão puta com o carlos que aproveitei que minha calçinha estava nos meus pés e a joguei para bem longe…pensei comigo…já que ele quer vai ter.
Ali no meio de todos comecei a dançar e rebolar muito como uma verdadeira puta e isso começou a me deixar muito doida e com muito tezão.
Nessa altura todos os convidados homens e mulheres estavam sentados apenas observando minha loucura.
Eu que nunca fumei me aproximei de um senhor grizalho de uns 50 anos e lhe pedi um cigarro no que fui prontamente atendida,e quando ele esticou seu braço para me dar o isqueiro peguei sua mão e puxei até meus seios que a essa altura já estava com seus mammilos rígidos, e ele não se fez de rogado e beijou um dos meus mamilos… acendi o cigarro e me deu um treco que peguei aquele isqueiro e introduzi na minha buceta que já estava molhada.
Aquele senhor sorriu e me disse…como vou acender meus cigarros agora?
Abri bem minhas pernas e falei aquele senhor se ele quiser seu isqueiro de volta teria que pegar…ele ficou meio assustado com minha direta e olhou pro meu marido que fez um sinal ppositivo ao seu amigo jonas..depois fiquei sabendo do nome daquele grizalho charmoso.

Ele levou a mão até minha buceta e pegou a ponta do isqueiro e começou a fazer um vai e vem que eu logo explodi em gozo… Entretanto ali na sala ainda estavam muitos casais que assistiam essa cena.
Mais eu peguei aquele senhor para brincar….me ajoelhei aos seus pés e desci o ziper da sua calça e vi saltar na minha frente um caralho de uns 25cm. Isso me deixou louca de vontade…abocanhei aquela vara com muito gosto e engolia o máximo que podia e por muitas vezes o caralho foi até minha garganta que me fez quase vomitar.
Mais eu ainda não estava satisfeita e retirei toda roupa do jonas e pedi pra ele me fuder ali mesmo…ele me colocou de quatro e numa estocada só pois até o talo fazendo suas bolas bater na minha bunda…eu gemia feito uma cadela no cio e rebolava muito no pau do meu macho que socava com tudo fazendo balançar meus peitos.
AI olhei para a cara do meu marido e disse…ta gostando amorzinho…não é isso que você queria olha sua puta levando vara na buceta olha…aiaiai que delicia ai ualual vou gozar aiaiiiiaiaiai vou gozar aiaiaiai gozei …sai da posição que estava e pedi para o jonas por e gozar no meu cú…eu nunca tinha levado pica no rabo….mas antes do meu marido falar não eu sentei naquele mastro com tudo arrancando pregas e sangue ..doeu muito mais eu adoro sentir dor quando estou louca pra dar, ainda mais naquela situação onde o culpado de tudo foi meu maridinho.
O jonas encheu meu cu de porra em poucas estocadas e correu para o banheiro se limpar…ai eu me dirigi até meu maridinho e recolhi minhas roupas que estavam espalhadas pelo chão e sem me vestir ou me cobrir fui esperar meu corninho no carro…….ao chegarmos em casa meu maridinho não deixou eu tomar banho e me limpou com a lingua tomando todo leite do jonas…bem essa foi minha primeira exibição forçada…
Depois dessa vez tomei gosto pela coisa e vivo mais nua que vestida…recebo visita em casa completamente nua e atendo o portão toda nua e virei uma puta adoro dar a buceta e o cu…
Tchau e até breve…mulheres me adicionem no msm vou ensinar como se convence o maridinho a deixar nossa bucetinha livre e solta meu msn é leticiasp84@hotmail.com

Como me tornei corno

Olá amigos, virei corno em um domingo que eu convidei cinco amigos da empresa onde trabalho para um churrasco a tarde em minha casa, já que nossos dois filhos estavam passando o feriado prolongado na casa da avó em uma cidade aqui próxima, que teria um show no sábado.
Sou casado com a cleonice a vinte e cinco anos, e nesse tempo, ela sempre foi muito recatada e não havia me traído, pois se dedicou a família a criar nosso filhos, como mãe zelosa que sempre foi.
Mas voltando ao assunto que nos interessa no momento, minha casa tem uma varanda na frente e um quintal grande nos fundos, com muros bem altos por causa da segurança familiar nos tempo de hoje, então neste quintal fiz uma churrasqueira e coloquei um chuveiro grande, para aproveitarmos os finais de semana em família.
Pois bem, avisei a cleonice que meus amigos do serviço viriam após o almoço para tomarmos cerveja e assarmos carne.
Cleonice gosta de um churrasquinho mas bebe pouco.
Tudo combinado, por volta de duas da tarde meus amigos que eram cinco, chegam em minha casa, quando chegaram eu mais a cléo já tínhamos carne assada e cerveja gelada para servi-los, e como o calor era forte em Fevereiro, eu disse para eles que ficassem a vontade, poderiam ficar sem camisa e quando quizessem poderiam entrar no chuveiro.
No começo estávamos meio tímidos, pois cléo não os conhecia e então eles ficaram meio encabulados de tirar a camisa e ficarem só de bemuda, mas com o passar do tempo, a cerveja rolando, papo indo e voltando, sd de pagode rolando solto, o clima ficou mais leve e a cléo já dançava lá no meio de nós, e ela vestia uma blusa branca(sem sutian por causa do calor) e uma bermuda leve de algodão, tudo muito simples e comportado.Como me tornei corno
Lá pelas quatro e meia já estávamos um pouco altos pela cerveja (a cléo também pois esse dia ela bebeu um pouco além do costume),e nós os homens já havíamos nos refrescado varias vezes, mas cléo não tinha ido nenhuma vez, acredito que por estar de blusa branca sem sutian, até que o romualdo mais chapado que os outros falou:
– uê, sua mulher não vai se refrescar não?
Quando eu pensei em responder o arnaldo disse:
-vamos jogar ela debaixo do chuveiro, que acho que ela tá com vergonha de nós…e falando isso , rindo e chamando o romualdo, pegaram a cléo pelos braços e apesar de seus protestos, abriram o chuveiro e a colocaram debaixo da agua, mas foi imediato, assim que a agua caiu em cima dela, seus peitos apareceram por sob a blusa branca, que ficou transparente e os bicos do seu peito ficaram durinhos,ela meio que envergonhada tentava sair debaixo da água, mas os dois não deixavam, rindo muito, não perceberam que os peitos dela estava a mostra…
Os meus outros três amigos perceberam aqueles peitões aparecendo e chegaram também no chuveiro e começaram brincar com ela, então o jairo falou:
-é wagnér, sua mulher tem uns peitões bem gostosos…
Quando cheguei perto, todos a rodeavam e olhavam para os peitos dela, percebi então, que ali iria rolar algo, pois a cléo, ainda continuava debaixo do chuveiro com os peitos aparecendo som os bicos ainda duros, só que agora meus amigos já haviam soltado seus braços, e todos nós estávamos excitados(não tinha como não ficar de pau duro) tomei as rédeas da situação e disse a ela:
– cléo você é a única que está de camisa aqui, quando disse isso o jairão disse:
– por isso não, gente vamos tirar a blusa dela.
E então tiramos a blusa da cléo, que já havia se rendido a situação e resolveu soltar de vez seu lado vadia e disse:
– já que é para tirar, vou tirar o resto , e se abaixou e tirou sua bermuda e calcinha ficando totalmente nua na frente de nós.
Quanso ela fez isso o jairo já partiu para cima dela e começou a chupar um dos seus peitos, o outro foi chupado pelo arnaldo, o romualdo enfiou o dedo em sua buceta e começou a masturba-la, no que foi imitado pelo elias, o tonico passou por trás e começou a se esfregar na bunda dela, eu comecei a me masturbar vendo minha esposa ser agarrada e se entregando assim na maior facilidade, para cinco homens até a pouco desconhecidos para ela.
O jairo , tirou seu pau para fora e cléo começou a pagar um boquete para ele se inclinando para frente, o tonico, que a encoxava por trás, abaixou sua bermuda e a penetrou ali mesmo, os outros também se despiram (inclusive eu é claro), pouco depois a cléo se agaixou e foi rodeada por nós, e ela chupava nossos cacetes numa volúpia incrível, depois mandei que ela ficasse de quatro na grama e o tonico voltou a penetrá-la enquanto ela nos chupava.
Cléo gemia e dizia estar adorando levar na buceta, depois foi a vez do arnaldo comê-la e pela ordem o jairo, o romualdo ,elias e por ultimo eu, depois fomos revezando, cada um a penetrando um pouquinho, até que o jairo resolveu comer o rabinho dela, foi difícil a penetração, pois ela me deu o cuzinho poucas vezes na vida, mas depois dela reclamar um pouco de dor, o jairo empurrou a rola toda no cuzinho da cléo, que a essa hora já gemia de prazer, eu entrei por baixo dela e fui chupando o grelo dela, o arnaldo enfiou o cacete na boca de cléo, e poucos minutos depois o jairo goza no cuzinho da cléo, e seu buraco foi logo ocupado por romualdo.
Depois todos nós fodemos seu rabinho, e voltamos a foder sua boceta, eu gozei duas vezes uma em cada buraco, quando todos estávamos saciados, cléo voltou ao chuveiro e se lavou, e ficamos descansando, pois a suruba ainda não ia acabar rápido não, mas agora com mais calma , cléo foi mais uma vez fodida por todos nós.

Depois minha cléo ficou totalmente exaurida por foder com tantos homens de uma só vez.
Mais tarde meus amigos foram embora e ficamos eu e ela apenas, muito felizes por tudo que tinha acontecido e principalmente, sem culpas e nem crises.
No outro dia ne empresa, meus amigos me trataram com todo o respeito.
Quando cheguei em casa dei um beijo em minha cléo e disse-lhe que a amava cada vez mais.
Nossos filhos já haviam chegado da casa da avó, e tudo voltara ao normal. Quando fui deitar cléo me fala isso:
-bom wagner já que você me apresentou esse mundo de prazer, agora não contentarei em ser mulher de uma pica só mais…
Eu novamente lhe beijei e lhe disse que agora ela estava liberada, para transar com quem ela quizesse, mas com discrição por causa dos nossos filhos.
No outro domingo o arnaldo que é separado, nos convidou para um novo churrasco, mas como nossos filhos estavam em casa a cléo foi sozinha (para nossos filhos ela disse que iria na casa de uma amiga), e então cléo repetiu a dose com eles, chegando em casa toda melada e fodida, com a buceta e o cuzinho arrombados…
Minha cléo agora está insaciável, pois alem de transar com meus amigos de trabalho, praticamente todo fim de semana, ela faz academia as terças e quarta hidro-ginastica (onde ela já arrumou uns macahos para a foderem nestes dias.
Na quinta ela arrumou um rapaz para limpar o quintal lá de casa e ele aproveita que nossos filhos estudam a tarde e faz a faxina na grutinha da cléo, nas sexta ela dá umas voltas na parte da tarde em busca de novos parceiros e está pensando em arrumar um parceiro fixo para a segunda (bom tem uma borracharia lá no bairo em que três negões trabalham lá, acho que ela dará para eles também) e pra mim sozinho as vezes durante a semana…
Mas a cléo gosta mesmo é de varias rolas de uma vez…valeu, abraços do corno dos amigos.