Archive for the Category »Violada «

trai meu marido fiquei com cu sangrando

Sou uma mulher já madura com meus 40 anos, sou casada a 22 anos sou morena clara corpo ainda em forma no ano passado tive um problema com meu marido e resolvi trai lo ai pensei vou dar pro primeiro homem que me cantar na sexta feira eu sai de casa pra ir na costureira já era a noite quando estava indo embora pra casa encontrei o fabio um amigo do meu marido,ai dei uma carona pra ele conversa vai conversa vem comecei a falar do meu marido pra ele ,ele muito safado logo ja começou a me fazer elogios,de repente ele me deu um beijo na boca e ja levou a mão na minha buceta eu nem tive tempo de reprimilo,saimos e fomos pro motel, assim que chegamos la ele logo me pegou no colo e me jogou na cama e foi dizendo que naquele dia ele iria comer meu cu,eu com 40 anos nunca tinha dado meu cu, ele nao teve piedade de mim me botou de quatro cuspiu no meu cu e foi logo enfiando uma pika enorme no meu cu eu tentei gritar mas ele tapou minha boca enfiou tudo no meu cuzinho virgem eu nem senti prazer só dor quando ele tirou aquela juba do meu cu eu tava toda sangrando fiquei mais de uma semana sem aguentar nem andar direito e meu marido não desconfiou de nada fui trai acabei sendo estrupada.

ESTRUPO

Me chamo larissa e tenho 25 anos, sou morena bem bronzeada, corpo esbelto, cintura fina, bunda bem redondinha e empinadinha…
Sou casada a 10 anos e vivo muito bem com meu marido, mesmo quando aconteceu o que não esperava…
Numa sala de bate papo conheci uma garota de 23 anos, trocamos msn e ficamos amigas, e com os dias passados marcamos para nos encontrar…
Quando numa tarde de sábado peguei a moto do meu marido e fui pro encontro marcado, quando cheguei lá, encontrei minha amiga…. ESTRUPO
Ela era mais linda do que nas fotos do que na cam, uma morena de 1,68 corpaço, cabelos e olhos castanhos a mulher era tudo de bom, quando de lá ela disse que me levaria pra casa de um tio dela qe ficava mais um pouco afastado do centro da cidade.
Quando chegamos lá, ela falou pra mim que não estavamos sozinha, foi então que apareceram dois caras enormes, já pelados e nem falou comigo já foi logo passando a mão na minha buceta enquanto o outro já ia me virando e tirando a minha calcinha.
Eu comecei a chamar pela minha amiga, pedia pra eles pararem, mas eu estava com a buceta toda enxarcada, o meu grelo estava inchado de tanto tesão!!!

O moreno amarrou minha boca com o meu próprio sutiã, enquanto um segurava firme nos meus braços e o outro nas minhas pernas…
A minha amiga chegou e começou a me chupar, chupava o meu grelo com tanta vontade que parecia um bêbe famito fazia barulho porque minha buceta estava muito molhada.
O negão me empurrou de quatro e começou ele a me xupar, ele ficou com a cabeça entre minhas pernas e mamava a minha xana enquanto o moreno me fudia com aquele pau grosso que fudeu o meu cú todinho e ela a minha amiga abriu as pernas na minha frente e me mandava xupa-la:
– xupa vadia safada sua puta, come o cu dessa rapariga fode a buceta dela que eu quero ver o caldinho escorrendo!!!
O negão me fez sentar em cima do pau dele detonando o meu cu, e o outro pela frente encheu minha buceta de porra.
Gozei feito louca quando vi eles dois se beijando, quando não bastava eles começaram a se xupar um xupando o pau do outro enquanto eu detonava o grelo da minha amiga e enfiava a mão na xana dela…

Fodi a xana dela com minha lingua e quando ela gozou feito louca e pedia pra parar de xupa-la aí é que eu xupava mesmo pra que aquela puta sentisse todo o meu gozo e por ela me proporcionar as melhores gozadas da minha vida…
Um dia ainda vou comer aquela vadia na frente do meu marido…

Foda forçada, mas com muito tesão

Todos os dias quando eu voltava do meu trabalho eu passava pelo mesmo lugar, sempre com muito medo pois passo por um lugar um pouco deserto.
Um belo dia estava vindo bem distraida quando um homem me abordou pedindo um cigarro, ele tinha um aspécto sujo com uma barba por fazer e roupas suas, ele pediu o cigarro com uma voz rouca e com uma cara de tarado que eu fiquei molhada na mesma hora e ele parece que percebeu que fiquei com um tesão por ele inexplicável.
Eu disse que não fumava e dei as costas e ele me agarrou por traz mandando eu ficar bem quietinha pois iria fazer comigo o que o meu macho de casa não fazia, as minhas pernas ficaram trêmulas e eu não consegui reagir.
Foda forçada, mas com muito tesão
Ele foi me arrastando para debaixo de um viaduto falando no meu ouvido com aquela voz rouca que me pegaria de quatro, de lado, de frente e que comeria o meu cú com tanta força que eu não iria conseguir andar de tão ardida…
Aquela voz no meu ouvido e o seu pau latejando nas minhas costas estava me fazendo ficar muito exitada.
Quando chegamos em baixo do viaduto ele me arrastou pelos cabelos e me fez ficar de joelhos e chupar o seu pau, quase me engasgando de tão grosso e grande, quando já parecia que ele iria gozar ele me deitou em cima de uma pedra e me comeu com uma voracidade como se não fizesse sexo há anos…
A essa altura eu já estava retribuindo os seus carinhos e urrava de tanto prazer, eu não acreditava que estava com tanto tesão com um desconhecido da rua, foi então quando ele introduziu dois dedos no meu cuzinho que ainda era virgem, eu vi estrelas…
Pedi que ele não parasse e ele me disse que só estava se aquecendo e gozou em cima da minha barriga me lambuzou toda eu achei que tinha acabado, mas ele enfiou aquele pau na minha boca ainda todo gozado e disse para eu tirar só quando ficasse no ponto de novo e isso não demorou nem 1 minuto!
Ele me virou de costas com toda aquela força e penetrou no meu cú com toda, eu chorei de dor e de prazer ao mesmo tempo, o filho da puta sabia como me fazer gozar, enquanto ele comia o meu cú ele enfiava dois, três dedos na minha buceta rodopiando lá dentro no mesmo rítimo em que ele comia o meu cú, eu gozei umas três vezes.
Quando ele terminou ele me mandou correr sem olhar prá trás e quando eu quizesse de novo era só eu passar pelo mesmo lugar no mesmo horário, foi bom demaissss…

História de sexo real-comeram a minha esposa

O conto que relato agora é real.
Já li vários contos neste site de contos eróticos, e o que passo a relatar aconteceu mesmo de verdade, é uma história de sexo real.
Meu nome é Henrique, moramos em uma cidade do interior de Sp, minha esposa a qual vou “preservar” o nome…vou chama-la de Maria.

Um dia saímos para ir em uma cachoeira, e eu é claro com intenção de uma transa muito boa, nem comentei com ela o que iríamos fazer.
Fomos a caminho da cachoeira à noite!! Ela já estranhava, quando resolvi parar o carro.
Nesta cachoeira os visitantes não tinham hora para sair ou chegar, mas a estrada era bem escura (disso eu já sabia) por isso já a levei la porque queria algo diferente para sair da rotina do sexo.
Quando paramos o carro, já fui a beijando e a bolinando, acariciava seus seios “fartos” e com os bicos rosados, descendo a mão até sua bucetinha bem apertadinha,ficamos ali naquela bolinacao, e ela ainda com certo medo de ficar ali naquele local, foi quando eu disse a ela :
– Calma amor, a esta hora não passa ninguém por aqui, e ela disse que tudo bem, pois já estava muito excitada.
Continuei a chupar sua bucetinha e ela já louca de tesão, por sua vez a chupar minha rola, ficamos ali mais ou menos uns 20 minutos naquela chupação..
Quando a avisei que iria “gozar”,ela por sua vez continuou a chupar com tanta mestria,que eu mesmo desconhecia aquela experiência dela, até que terminei por gozar em sua linda boquinha.

Depois de uns 10 minutos, já partimos para a sua linda bucetinha, rosada, linda e fechadinha que só eu a possuía, dei algumas chupadas naquela linda bucetinha e logo a enfiava o cacete..duro feito rocha!
Várias bombadas frenéticas, bombadas fortes mesmo, que ela adorava e pedia mais, continuávamos ali naquela gostosa transa, e olhando para os lados vendo se não aprecia ninguém.
Eu estava louco para comer aquele lindo cuzinho, rozado, fechadinho que nunca tinha sido penetrado, foi quando vimos três homens vindo em direcção ao nosso carro, paramos e nos recompomos, tentando arrumar nossas roupas rapidamente, os homens se aproximaram e disseram-nos:
– E ai !?? Precisam de ajuda ai ??
História de sexo real-comeram a minha esposa
Nós dissemos:
– Não, não…estamos só conversando.
Foi quando um deles se aproximou e disse:
– Nossa amigo sua mulher é muito gostosa mesmo hein..!!
Eu sem dizem nada e só reparando no movimento deles..parado e os olhava.
Para o nosso azar, os três resolveram vir em nossa direcção e disseram:
– Ai doidão “perdeu” !!!

Fiquei muito assustado com isso…(minha esposa então nem se compara)…
Só fiquei imaginando o que iria nos acontecer naquele momento.
Um deles com uma faca encostou em mim e falou que eu descesse do carro. Desci, olhando para o rosto da minha esposa, com cara de assustada com aquilo tudo.
Foi ai que tudo começou, um deles me segurou e disse:
– É hoje que sua “mulherzinha” vai virar mulher de verdade…
E eu nada poderia fazer, nem ao menos dizer, só torcia que não a machucassem.
Foi quando um” Negro” forte aparentemente uns 80 Kg, 1,85,forte, a segurou e a fez engolir seu cacete “enorme”….
Minha esposa virou uma simples “Puta” na mão daqueles bandidos, e eu sem nada poder fazer, ficava indignado comigo mesmo, com pena dela, nem mesmo pensava o que poderia acontecer comigo mas sim com ela.
Eles a “fuderam” de quatro, de lado, de frente de costas e pode se imaginar por ai…
Um de cada vez, só que o mais impressionante era que ela em momento algum chorou ou pediu que eles parassem, olhando para ela naquele momento poderia dizer que ela estava gostando do que estava acontecendo!!!

Impressionante, a pessoa que imaginamos conhecer muito mais que qualquer um, em um momento critico daqueles, não pediu ajuda em nenhum momento, não pediu que eles parassem, nem mesmo que tivessem piedade dela. Estava parecendo que ela estava apreciando muito aquilo tudo,e eu??? Com cara de bobo,vendo aquilo tudo com pena dela e ela gostando de tudo!!
Este relato é real, diferente de muitos outro por ai, que muitas pessoas, sei la como inventam, aumentam muito mais do que aconteceu, sei la …
Só que a partir deste momento comecei a ver minha esposa com outros olhos,(modo de dizer)mulher recatada, digna, fiel, e estava gostando daquilo tudo! E eu “! Como fico em uma situação dessas?? Difícil né!!! Não para mim!!!

Isso mesmo, depois do facto ter acontecido, conversamos muito pouco, mas descobri que a minha esposa tinha gostado muito de tudo, não só tinha gostado como queria mais e sempre!!
A única coisa que pude fazer foi começar a anunciar em revistas de sexo, como marido voyeur, que gosta de ver sua esposa com outro homens, e o pior foi que acabei gostando mesmo de ver minha esposa com outros homens, pois me deu um tesão tremendo, apesar do medo que passei naquele dia, hoje lidamos muito bem com a situação, e damos até risada!!
Não gosto de apresentar muitas descrições para preservar nossa identidade, mas se algo parecido aconteceu com você e quiser compartilhar connosco será muito interessante. Agradecemos desde já o contacto.

Fantasias sexuais-tenho tesão

Olá! Isto aconteceu há uns dias atrás, não consigo esquecer. São fantasias sexuais, fantasias perversas, na minha mente, tenho tesão e só quero por as minhas fantasias sexuais em prática….
Eu estava sozinha nessa tarde de sexta-feira, eram umas 16 horas, eu fui de carro dar uma volta por ai, apanhar ar, estava de mini saia e bikini por baixo, estava calor, podia ser que quisesse dar um salto à praia, e tinha um top cai cai.
Cheguei a uma aldeia, não sabia bem onde estava, tinha seguido a auto-estrada. Então decidi parar num café meio pequenino…para ir a casa de banho e beber alguma coisa.
Fui entrando, era escuro quando se entrava, tinha duas cadeiras de plástico velhas à entrada, estava um senhor sentado numa delas..forte, a fumar um charuto, bigode vasto e escuro, sobrancelhas grossas e despenteadas, ar arrogante, mas pronto estava na dele…
Viu-me entrar, olhou para as minhas pernas e disse boa tarde, eu disse boa tarde também..
Fui ao balcão, estava um homem de uns 63 anos, alto, barbas, mãos e braços tatuados, camisa aberta, cara enrrugada, mas simpático.
Perguntei pela casa de banho e pedi um café e um copo de agua..e fui à casa de banho.
Molhei o pescoço, as pernas, até aproveitei e senti a minha rata molhadinha também, molhei o cabelo…já estava a ficar excitada… enfim..
Saí para fora, vejo um senhor entrando na casa de banho, e roçou o pau em mim, eu estava tentando passar, e fez um ar de:
“- tá caladinha…hmmm”
Com uma respiração ofegante, agarrou-me o pulso enfiou-me na casa de banho com ele, bem apertada com um urinol nojento, e começou a esfregar-me toda encostada à porta.
Eu dizia:
– pára por favor!!!!

E ele esfregava aquelas mãos grossas no meu corpo, as minhas mamas apertou bem forte, e muito rápido puxou meu top para baixo e agarrou meu peito com força em direcção à sua boca farfalhuda de bigode, e sempre com aquela respiração ofegante e grossa, com gemidos graves…
Depois, torturou a minha rata com os seus dedos, a roçar com tanta força nela, sentia a minha rata inchar…
Ele abriu suas calças enquanto me chupava as mamas, ele era forte, e mauzão, com muito tesao…
Seu pau sai para fora das calças, é escuro e grosso..mete a minha mão no pau dele…e me faz fazer movimentos, eu digo para parar mas ele responde:
– cala a boca sua vacarrona, senão ainda te fodo o cu…

Eu disse:
– por favor não!!!!
Então ele mandou:
– baixa de joelhos e me chupa!
Eu não queria mas ele me forçou tanto….
Enfiou seus dedos gordos na minha rata, eu não gostei, preferia me agaixar e chupar a pica grossa do velho safado…
Eu chupei, agarrei bem, de maneira que acabasse rápido…mas não, eu só dei três chupadelas….Fantasias sexuais-tenho tesão
Ele me virou e enfiou seus dedos na minha cona e foi dizendo:
– gosta sua puta??? vá nao digas que não!!!! Agora vais levar com os meus 3 dedos! hmmm tão bom vacarrona…delicias-te??? Quando saíres daqui vais pegar no café e vais te sentar na mesa percebeste?

Eu respondi:
– aiaiaaaaaaiiiiiiiii hummmmm não tira..agora não tira vai…estou quase a vir-me…hmmmm..aaaaaiaai…. Sim eu me sento na cadeira, bebo o café e não conto nada…aaaaaaiiii
Ele parou..me passou com sua língua grande, cheia de saliva na minha mama e chupou bem forte apertando a outra…ai meu deus como eu estava a gostar daquilo???
Que nojo..como é possível??? Mas me deu uma tesão…eu fiz o que ele mandou, me lavei novamente.
Caí em mim, com vergonha de terem ouvido algo fui ao balcão buscar o café… estava mais um homem que entrou meio velhote também…me olhou sem jeito, quase que acredito que ele ouviu tudo…
Eu me sentei e o homem que serviu o café, me disse:
– Porque não se senta calmamente, mas venha só aqui quero dizer-lhe uma coisa..
Eu fui de lado pela entrada do balcão, ele disse-me ao ouvido:
– Eu não gosto de me meter..mas..
E devagar pegou na minha mão e pôs em cima do caralho dele, por cima das calças enquanto abria as calças com a outra mão..
Eu nem queria acreditar..teria que foder com aquele também…
Ele mandou-me abaixar, de joelhos e chupar ali quase à frente de todos os velhos…ele também era um!!!

Que nojo..eu baixei-me, olhei para todos eles, e pus o caralho todo na boca..chupei, chupei todo dentro da minha boca..fazia gestos de faminta por pau na minha boca..
Foram se aproximando sempre a sorrir, com o pau na mão, um dos velhos era preto, veio esfomeado enfiando a minha rata toda na boca dele cheia de saliva..lambendo que nem um cão, da rata ao cu..molhando tudo..eu já delirava com tamanha língua do homem safado…
Aquele velho pretalhão quis que chupasse seu pau..o outro me agarrou pôs-me em cima da mesa…eu tive que chupar três caralhos ali..
Eles me foderam, esporraram na minha cona e no meu cu..
Eu delirava a rebolar no pau deles..
Então, de quatro, foderam-me toda…meu cu adorava o preto grosso…encheu meu cu de porra…
O homem do café esporrou a minha rata toda e ainda me esporrou a boca, foi de doidos.

Bateram tanto no meu rabo, lamberam-me toda, enfiaram tantos dedos, cuspiram..chamavam-me tudo:
– vacarrona, putinha boa..chupa meu pau sua cabra…leva todo com ele filha duma puta..pega nele já!!!! Fodo sua boca toda …você vem ai toda sozinha pro desconhecido…não acha que há pau faminto por ai sua puta??? Vai levar mais ainda…se eu te vir mais alguma vez vais levar com meu cão também..e meu amigo carlos..o pretalhão gigante que te arrebenta…
Eu só dizia:
– você não tem coragem velho safado…seu depravado..porco!!!! Só quer foder cona à força…come sim…come minha rata!!!! vai! Mais, mais, deixa de conversa…
No fim adorei…fui embora… 🙂 não sei se vá lá outra vez….