Dando buceta para o primo no reveillon

Meu nome é Ana, tenho 22 anos e moro no Rio de Janeiro. Sou morena clarinha, cabelos lisos, alta, curvas perfeitas e seios abastados.
Todo fim de ano, a família inteira se reúne na casa da minha avó, e lá passamos o reveillon.
A casa da minha avó é enorme, são mais de vinte comodos que acomodam cerca de 30 pessoas durante os últimos dias do ano.
Tenho parentes em todas as partes do Brasil, e cada vez que nos reunimos, fazemos a maior farra, bebemos e passamos a noite inteira na piscina.
Entre os parentes mais íntimos está o Caique, um primo de primeiro grau, loiro, alto, olhos azuis e um tanquinho perfeito. Nossas mães são muito intimas, irmãs mesmo.
E desde que éramos pequenos passamos as férias um na casa do outro (isso só parou de acontecer a uns 5 anos atrás, porque passei a morar sozinha).

Eu sempre fingi não gostar dele, na verdade eu realmente não gostava, por ser 3 anos mais velho ele me maltratava quando pequenos.
Com o passar dos anos esta implicância passou, mas eu não queria que todos soubessem o que eu realmente achava dele e que ele fazia parte das minhas fantasias mais secretas e gostosas.
Na noite do dia 31 de Dezembro, depois da meia noite, o pessoal da casa da minha avó fez a maior festa, com direito a fogos e tudo…
Eu estava curtindo a festa, quando percebi que ele não estava lá.
Entrei para casa disfarçadamente, e ouvi alguns barulhos vindos dos quartos do fundo…. desliguei as luzes do corredor, para ninguém me ver passar e fui na direcção do barulho…
Era ele, ele estava no quarto com a namorada (a vadiazinha tinha cara de santa, eu podia jurar que ela era virgem).
A porta do quarto estava com uma frestinha aberta e eu pude ver ele fodendo ela.
NOSSA, ele metia nela de um jeito que quase me fez gozar só de ver, e a vadia dava alguns gemidinhos de vez em quando.
Depois ele foi chupar a xana dela e ela não quis.
Ele ficou muito puto, saiu da cama e colocou a roupa. Ela disse que estava indo embora para casa, comemorar o reveillon com a família.(ela morava a poucos quarteirões)…
Então corri para o meu quarto, coloquei uma calcinha fio dental e um soutien de oncinha, coloquei um shotinho apertadinho e uma camisetinha trasparente.
Eu estava muito excitada, e sentia que eu estava precisando dar a xaninha, o que eu não fazia há umas 2 semanas.
Quando voltei para a festa ele estava lá, sentado num canto escuro, separado de todo mundo. Dando buceta para o primo no reveillon
Fui chegando devagar e disse baixo:
- Tá precisando de alguma coisa ?
Ele não entendeu o sentido da minha pergunta e respondeu:
- Não, obrigado aninha.
E eu disse:
- Você tá precisando sim. Você precisa de uma mulher de verdade.
Ele olhou para mim sem entender o que eu estava falando, e quando foi me dizer algo, eu sentei em seu colo e o beijei.
NOOOSSA que língua…

Eu o disse que tinha visto ele comendo a namoradinha vadia dele e ele me disse que eu era uma safada.
Ele me levou para o lado de trás da casa da minha avó, onde tem uma casinha na árvore (lugar que brincávamos quando éramos pequenos).
Ele me encostou na parede e começou a passar aquela pica durinha na minha xaninha que já estava doidinha para dar, começou a me beijar, e apertar meus peitos que já estavam com o bico durinho…
Eu arranquei a roupa dele, fui beijando cada centímetro de seu corpo até chegar na sua pica, durinha, gostosinha.
Chupei, fiz à francesa… até ele gozar na minha boca.

Depois ele me jogou no chão, abriu minhas pernas e chupou minha xaninha, que já estava molhadinha e louca pela língua dele…
Eu gemi, gritei, gozei… depois ele se sentou no chão, me colocou no colo dele e colocou só a cabecinha do pau dele em mim, ele me fazia implorar por mais, até que ele enfiou tudo de uma vez.
Eu gemi alto. ele começou a tirar de vagar e depois socou tudo de novo, e o ritmo foi aumentando, até que ele me fodia em uma velocidade incrível!
Nós gememos, e gozamos juntos.

Depois eu sai do colo dele e fiquei de quatro, ele não estava acreditando que eu ia deixar ele comer meu cuzinho, então ele abriu minha bundinha e me chupou, passou um pouquinho do gozo da minha xaninha e enfiou aquela pica deliciosa, ele metia como se estivesse há milhares de anos sem sexo.
Ele apertava meus peitinhos e de vez em quando dava uns tapinhas na minha xaninha.
Depois de mais de duas horas de sexo, voltamos a festa como se nada estivesse acontecido… e de madrugada ele veio no meu quarto e disse que aquela foi a melhor foda dele e que se eu quisesse ele terminava com a namoradinha sonsa dele para ficar comigo.
E melhor… acordei com um sexo oral maravilhoso. mais isso é outro conto…

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
4 comentários
  1. Daninha diz:

    Nossa eu tbem jah fudi cm o meu primo e amei conforme nos vamus crescendo comecamos a reparar no pau dos primos eh normal

  2. comedor diz:

    daninha vem fude comigo

  3. Oi meu nome e daylon Eu comi minha prima de 29 anos e arrombei ela e ate o cu dela ficou vermelho de tanto que eu fudi ela chorou de tanta dor ... Me adiciona la nu face pfv as minas que quereem fuder gostoso... Daylongeraldo@yahoo.com.br diz:

    Meu nome e daylon adiciona la nu face as mulheres afim de fuder gostoso
    daylongeraldo@yahoo.com.br

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>