Dei o rabo em um Cinema Erótico (veridico)

Ola, meu nome é Rodrigo e tenho 25 anos, primeiramente gostaria de afirmar que sou homem, e o relato que estarei disposto a contar aconteceu comigo quando eu tinha 22 anos.
Eu sempre tive muita curiosidade de saber como eram os cinemas eróticos que tem no centro de São Paulo, e foi assim que em um belo dia eu acordei pensativo e com muito tesão e decidi ir para um desses cinemas.
Chegando em frente ao cinema, fiquei pensativo se eu realmente teria coragem de entrar (na verdade estava com muita vergonha), foi aí que pensei já que vim até aqui eu vou, e foi o que fiz!
Entrei e fui logo para as ultimas poltronas, mal dava para enxergar algo, só mesmo a tela do cinema, mal fiquei assentindo o filme, ficava sempre olhando ao redor para ver o que o povo iria fazer em um lugar tão sinistro daqueles.
Pelo que eu conseguia enxergar, não tinha praticamente ninguém no cinema, eu já estava pensando em ir embora, pois já tinha matado a minha curiosidade.
De repente chega um rapaz e senta umas vinte poltronas ao meu lado, ele com certeza já era acostumado com aqueles tipos de ambientes, pois mal chegou e colocou o pau para fora o começou a punhetar…
Eu ali vendo aquela situação fiquei ainda mais excitado e pensei (já que estou aqui vou fazer a mesma coisa), e tirei o meu pau para fora que já estava super melado e também comecei a punhetar, sempre com um olho no filme e no rapaz ao lado.

Reparei que ele fazia o mesmo que eu, ele sempre ficava olhando o que eu estava fazendo, foi aí que o rapaz me chamou sinalizando para eu sentar do lado dele, e eu fui, não falei nada e sentei ao seu lado, foi aí que ele falou:
– Deixa eu ver se o seu pau ta duro mesmo?
E já foi pegando no meu pau e me punhetando, aquilo foi me deixando alucinado…. e logo ele disse:
– Põe a mão no meu para você ver como ele está!
E eu sem cerimonia, sabendo que não tinha ninguém por perto para ver o que estávamos fazendo, peguei no pau dele e também comecei a punheta-lo.
O pau dele parecia uma pedra e também todo melado, e estávamos nós lá excitadissimos e um punhetando o outro…

De repente ele sai da poltrona e se ajoelha em minha frente e da um beijo na cabeça do meu pau e em seguida abocanha meu pau por completo, aquilo me deixava louco, nossa como ele chupava gostoso, só que eu não queria ficar só naquilo, pensei.. (hoje é o dia que posso aprontar de tudo e ninguém ficará sabendo).Dei o rabo em um Cinema Erótico (veridico)
Fiz sinal para ele que era a minha vez de chupar o pau dele, ele sentou na poltrona e lá fui eu..(eu nunca tinha chupado uma rola antes, e nem sequer tocado em outro homem)..
Não perdi tempo, passei o pau dele como se fosse um batom em minha boca a melando todinha e abocanhei, nossa como era bom fazer aquilo, e eu chupava, chupava, e cada vez mais aquele pau ia ficando melado, eu fiquei durante muito tempo chupando, e o meu joelho começou a doer, mas isso não foi o problema dei um jeito de deitar na poltrona ao lado da dele e continuar chupando aquele pau delicioso.
Com a posição em que fiquei deitado ficou exposto o meu pau e facilitou para que o rapaz voltasse a me punhetar, ficamos daquele jeito durante um bom tempo, e o rapaz abaixou um pouco mais a minha calça, e logo foi passando a mão em minha bunda (deixando-a toda exposta).
Ele pegou um pouco da gosma que saia do meu pau e levou até o meu cu, e começou a esfregar em volta do meu cu, e assim continuou, pegando gosma e passando em meu cu, aquilo ia me deixando cada vez mais excitado, e eu não tirava o pau dele da boca, e assim continuamos…
O rapaz também já não aguentava de tanto tesão e de repente, com o meu cu bem lubrificado com tanta gosma, o rapaz escorregou o dedo de uma só vez em meu cu (aquilo me levou as nuvens) eu já não aguentava mais, e ele socava e socava o dedo e foi colocando mais e mais dedos (eram um, dois, três) e quanto mais ele colocava, mais eu gostava, foi aí que ele falou:
– Quer dar o cuzinho quer?
Eu não disse nada, só sinalizei positivamente.
E me entreguei completamente (o que ele pedia eu fazia).
Primeiramente ele falou:
– Senta aqui senta (apontado aquela rola toda melada para mim)…

Eu tentei mas quando a rola dele apontou em meu cuzinho virgem eu vi estrelas, e falei para ele assim não dá.
Ele falou então vai e fica de quatro, eu muito obediente antes de ficar dei mais uma chupada no pau dele e deixei com bastante cuspi, (já pensando em facilitar a entrada em meu cu, fui e fiquei na posição em que me pediu e veio ele em cima de mim..
Eu pensava (já que comecei agora tenho que aguentar), e ele forçava e nada… de repente acho que ele perdeu a paciência e começou a forçar muito.. aquilo doía muito e muito, ele falou:
– Caralho, você tem que relaxar.
Eu encostei a minha cara no chão e sem segurar em nada só fiquei abrindo a minha bunda com as duas mãos, e de repente sinto aquilo me invadindo (parecia me rasgar inteiro) e ele falava para eu não se mexer, eu ali alucinado e o pior (gostando de ser enrrabado), ele esperava eu relaxar e acostumar e socava um pouco mais, ele deu a ultima socada e eu fiquei mole, e pensei deixa eu ver o quanto já entrou em meu cu, quando coloquei a mão percebi que ele já tinha colocado até o talo, e logo começou o vai e vem, aquilo ia me arrombando cada vez mais.. enquanto ele fodia meu rabo eu ia me punhetando..
Bem na hora em que ja estava acostumado com a tora dele no cu ele me fala:
– Vou gozar e encher seu cu de porra, para que ele falou isso?
Eu gozei na hora.
Aí acho que voltei à real, me deu raiva e falei para ele:
– Vai goza logo seu filho da puta, você me arrombou todinho, agora goza!
E foi o que ele fez, gozou muito..

Eu com muita raiva e vergonha, naquela posição, com o cu arrombado e cheio de porra, pensei.. (como faço para sair daqui).
Levantei subi minha calça e sai daquele ambiente, (sem ao menos falar nada para o rapaz) o que eu mais queria naquele momento era sumir, morrendo de vergonha e pensando no que eu tinha feito.
Depois de uns dias fui até a um hospital pois fiquei com medo de ter contraído algum tipo de vírus (lógico que não contei ao médico o ocorrido), graças a Deus nada de mal tinha acontecido, a não ser a perda das minhas pregas do cu.
Hoje me recordo daquilo com muito tesão, morro de vontade de voltar ao cinema erótico, mas fico pensando e acho melhor não ir, pois se eu gostar acabarei com meu casamento, rsrsrs
Quem gostou do conto ou queira manter contacto, meu email é: elouko2010@hotmail.com
tchat incontri

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
9 comentários
  1. ´Daniel diz:

    RODRIGO: 20/09/10
    fiquei excitado ao ler seu conto(verídico) lá no cinema, aconteceu comigo quase q do mesmo jeito..foi simplesmente delicioso…só de me lembrar me arrepio todo de tanto tesão querido.
    Beijos pra vc……DANIEL – magnata5@yahoo.com.br

  2. ra diz:

    Rodrigo fiquei mt exitada,
    tambem ja fui la farias vezes no cinema porno
    la dei pra 7 homens
    e sou casada!!!!
    num dia ai fui com meu marido
    e meu marido liberou eu dar pra outro homem
    e eu tambem deixei bjjjjjs

  3. paulo diz:

    OI RA TUDO BOM LI SEU COMENTARIO E GOSTEI PODEMOS MARCAR PARA IR AO CINEMA TENHO UMA PICA GRANDE E GROSSA VOCE VAI ADORAR É SO VOCE ME LIGAR 17 81474708

  4. Diego diz:

    Adorei seu conto.
    Tambem gosto de ir a cinemas eroticos pra brincar bastante.
    Ja dei muito no cimena, e tambem comi, realmente é uma delicia
    Mande mais contos, adorei ou melhor.. fiquei muito exitado com seu conto..

    e-mail diego.amkakal@hotmail.com

  5. Edivi diz:

    Adorei seu conto gostaria de estar no sue lugar sou dodinho para dar meu cu e chupar um pau sou virgem nunca transei com um homem mais tenho essa fantazia se tiver afim me add. elciodivi@yahoo.com.br a sou casado tem ter muito sigilo. ok. beijos

  6. renato diz:

    muito bom conto.

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>