Duas surpresas numa noite


Imagine que é sexta-feira à noite, Imagine que vai sair com os amigos, Imagine que se arranjou, com esse cabelinho à Jonny fodasse, Imagine que vestiu a sua melhor sweat, Imagine que se perfumou até tresandar mesmo que você nem tenha sentido o cheiro.
Isto tudo pressupõe uma noite produtiva de sexo, e você sente-se confiante para tal…Mas até que ponto?

Ora bem, o que vou aqui contar começa exactamente assim… com um tal Sr. L a efectuar todo o processo de uma pré-saída de sexta-feira à noite. A Coelhinha havia sido convidada para uma festa, o Sr. L esperava por mim e íamos juntos para aquele Barzinho Catita onde o pessoal se juntava. A noite corria bem, muito álcool à mistura, quando a Coelhinha decidiu surpreender o rapazinho nas casas de banho. Ora em Novembro o tempinho arrefece e a Coelhinha teve a brilhante ideia de vestir tão somente um casaco comprido e uma botas de salto alto… Como ninguém imaginava que eu pudesse andar assim, o Sr. L também não. Quando entro nas casas de banho, olho para ele, desaperto três botões do casaco, agarro as maminhas, puxo os bicos duros com a ponta dos dedos e pergunto-lhe: – Queres comer-me a coninha aqui mesmo? Começo a meter as minhas mãos na camisa dele, desço mais um pouco ultrapasso o cinto e ei-la a descoberto. Mas……quando eu achei que ía ter festa de verdade o Sr. L entrou em pânico com medo de ser-mos apanhados naquela BOA CONDIÇÃO, e foi velo a fugir por entre mil desculpas…e a Coelhinha a ver o manjar dos deuses a escapar por entre os dedos! Que linda surpresa, nunca pensei!!!! Mas calminha que a noite ainda não tinha acabado. Mais tarde e já de Madrugada em casa do Sr.L, onde acabávamos todos as noite, fui eu surpreendida pelo nosso amigo Sr. P (no qual eu nem reparava) na casa de banho lá de casa. – Desculpa. Diz o Sr. P, não sabia que estavas aqui…. E eu sem meias medidas e com o ego ressentido, convidei-o a fechar a porta, e que belo Monumento ele possuía, virei-lhe o cuzinho, abriu as portinhas e penetrou-me, nova investida, e dessa vez entrou totalmente, preenchendo todo o espacinho. À medida que a minha coninha cedia ao tamanho daquele belo caralho cravei uma mão no espelho e a outra no móvel, as pernas tremiam enquanto era espancada ao mesmo tempo que as mãos grossas do Sr. P me sacudia as mamas e apertava os mamilos… momentos depois, tive o que esperei a noite toda… e que belo orgasmo!!!!! O melhor de tudo, foi saber que mais tarde o Sr. L iria limpar o móvel e espelho onde eu fui bem comida pelo Sr. P….

Categoria: Pegada de surpresa
Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>