Meu padrasto me comeu

Meu nome é André, tenho 20 anos, pele branca, cabelos na altura dos ombros, ondulados, bunda grande, pernas grossas e um corpo parecido com uma menina.
Sou muito bonito, sempre me falaram isso, até fazia papel de anjo nas peças da escola.

Aconteceu que a uma dada altura os meus pais se separaram, quando eu tinha 15 anos e minha mãe se casou com Paulo César, um antigo namorado, lindo de morrer, pele morena, pernas grossas, bunda redonda, braços e peitoral musculosos e uma barriga bem sarada, enfim, um deus grego.
Quando ele mudou para nossa casa a minha paz acabou, não por ele ser chato, pelo contrário, era simpático e boa gente, tranquilo, do tipo que faz amizade com toda a gente.
Ele sempre acordava de manha e passeava pela casa só de cueca deixando à mostra aquele corpo sarado e peludo. Ele tinha tudo na medida certa, pernas e peito, descendo pela barriga, até um volume de uns 20 centímetros dentro da cueca.
E lá estava ele desfilando, sempre que podia via ele tomando banho, e admirava aquela rola grande e aquele saco enorme e peludo. O pau mole já era grande, imagina duro e lindo!

Houve um dia em que eu, chegando da casa do meu pai, ouvi uns gemidos e quando cheguei no quarto da minha mãe…. Vi ela de quatro e o meu padrasto metendo nela como um animal.Meu padrasto me comeu
Socava forte e ouvia até o barulho do saco batendo. Aquele barulho me deixou de pau duro, fui para o quarto bater altas punhetas…
Os dias se passaram desde aquela visão e minha rotina continuava igual: Observar e desejar o meu padrasto!
Até que um dia, minha mãe viajou com a minha família e o meu padrasto pois tinha trabalho para fazer, e eu estava de recuperação.
Quando cheguei em casa, ouvi um barulho vindo do quarto da minha mãe, era ele acabando de sair do banho, com aquele corpo peludo e molhado. Quase morri só de olhar, pedi desculpas a ele por estar ali, mas quando ía a sair ouvi ele dizer se eu gostava de o ver no banho.
Eu gelei, me virei e ele deixou cair a toalha. Vi aquele pinto enorme e duro pedindo boca, aí eu me descontrolei. Cheguei perto e não resisti, caí de boca.
Era um pau grande, cheio de veias e cabeçudo, mas eu dei conta do recado!
Mamei feito um bezerro. Depois ele me pegou, me colocou de quatro e mandou eu arrebitar a bunda…

Não pensei duas vezes, comecei a sentir algo entrando e dei um gemido de dor e prazer que me levava à loucura!!!!
Ele me comeu feito um cavalo, socava sem dó nem piedade, me chamando de safadinho.
Começou me dizendo que me tinha visto pelo espelho do quarto e que fazia tempo que ele me queria.
Eu o chamava de paizinho e pedia para ele me foder.
Aí ele me pegou e me colocou de lado, enfiou o pau no meu cu já mais largo e soca sem parar…. O suor se mistura ao prazer até que ele goza no meu cu me lambuzando todo.
Depois de gozar foi ao banheiro lavar o pau e volta com ele ainda meio duro, começa a me foder de novo e passado algum tempo manda eu mamar.
Começo a mamar aquela verga enorme e recebo um jacto de porra na cara me deixando todo melado!
Foi assim que o meu padrasto me comeu pela primeira vez…

Foi maravilhoso, a partir dessa altura ficamos mais amigos do que nunca e mesmo depois destes anos ele continua lindo e me fodendo…

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
2 comentários
  1. regis diz:

    amei…quero uma enteada novinha para metermos gostoso 2781534596 tim

  2. Guga diz:

    Vamos trepar nos 3… Eu, vc e ele?
    gustavospzn@hotmail.com

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>