Meu tio comeu meu cuzinho na Praia

Já relatei como tudo começou entre meu tio e eu, virei a putinha do meu tio e fui a pessoa mais feliz da vida…
Sempre q estávamos sozinhos, meu tio dava um jeitinho de encostar o pau na minha bundinha…eu adorava isso…eu estava com 12 anos e ele 25 anos, alto e muito forte, lindo…
Minha avó tinha casa na praia, onde íamos todos os anos quando iniciavam as férias e só voltávamos pra casa no início das aulas…e assim fizemos…meu tio trabalhava e só vinha pra praia nos finais de semana…ele chegava sexta-feira à noite e sempre dávamos um jeito de nos esfregarmos…Meu tio comeu meu cuzinho na Praia
Num sábado à noite, meu tio convidou minha avó e eu pra irmos jantar numa praia vizinha, fomos e quando voltamos, deixamos minha avó em casa e fomos dar uma volta na praia…
A praia estava deserta, tiramos os calçados e começamos a caminhas na areia, até q nos afastamos e meu tio me segurou pela cintura e disse:
-Ai minha putinha, que falta você me faz…quero te foder…meu pau tá latejando…
_ Me fode…falei bem baixinho…sou todinha tua, sou tua putinha…

Ele foi acariciando meu seio, de leve, por cima do top…eu estava sem sutiã…logo foi abocanhando um seio, depois o outro…chupava o biquinho, eu gemia de prazer…
Enquanto isso, ele colocava a mão dentro da minha calça e acariciava minha buceta por cima da calcinha…eu não aguentava mais de tanto tesão…abri o ziper da calça dele e segurei o pau na mão…ele estava enorme, duro, mal cabia na minha mãozinha, aí comecei a fazer movimentos, até que ele sentou na areia e eu ajoelhei na frente dele e comecei a chupar o pau…brincava com a cabecinha, empurrava minha língua pra dentro, lambia, ia colocando dentro da boca pedacinho por pedacinho, saboreando aquele gosto que eu conhecia tão bem…aí foi a vez dele, fiquei de joelhos, abri as pernas e ele colocou a cara na minha buceta, enfiava a língua dentro, lambia, esfregava a cara, aí me virou de costas, abriu bem minha bunda e começou a lamber meu cuzinho, enfiava a língua no buraquinho…abria bem com as mãos e enfiava a língua dentro, molhou bem e foi encostando o pau na portinha do cu…eu não queria, sabia que ia doer, mas ele pedia:
– amorzinho do tio, minha putinha…me dá teu cuzinho…quero enfiar meu pau nesse buraquinho…encher teu cuzinho de porra…
Até que relaxei e ele foi colocando a cabecinha…eu dizia:
– aiiiii me dói tio…e ele tirava o pau, cuspia no buraquinho e enfiava o dedo…bem devagar…logo ia enfiando o pau…de repente senti uma dor enorme…dei um grito…mas o pau já estava todo dentro do meu cuzinho…só sentia ele entrando e saindo…até que ouvi um grito…meu tio encheu meu cuzinho de porra…escorria porra pelas minhas pernas, ele não parava de socar o pau no meu cu…eu gemia de dor, mas ao mesmo tempo sentia prazer, aí ele começou a enfiar o dedo na minha buceta, me apertava cada vez mais e eu senti que quase desmaiava de tanto prazer…
Ele sentou e eu sentei de frente pra ele, com as pernas abertas, em cima daquela pauzão…logo eu estava gozando…
Vestimos nossas roupas e fomos para casa…

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
2 comentários
  1. Anonimo diz:

    uma garota de 12 anos não pode ser tão experiente assim, vc está mentindo.

  2. cleber diz:

    Tu eh pedófilo este conto tinha que ser excluído para não incentivar outro do teu tipo…

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>