Meu tio quer-me foder (quarta parte)

Após ter chamado o meu tio para o quarto da minha mãe (na terceira parte de Meu tio quer-me foder), sabia perfeitamente que a imensa vontade que ele tinha em me saltar em cima… Mais um pouco e acabaria por me violar brutalmente…
O Sr. M.O. disse-me:
– Vais dar a tua coninha de prenda ao tio???
A Coelhinha respondeu-lhe que sim…. Pus-me de quatro em cima da cama e comecei a balançar o meu rabinho, o meu tio aproximou-se, baixou-se ligeiramente e passou a sua mão grossa pela minha ratinha. Massajava aquela carninha quentinha e húmida, arredou as minhas bordinhas e meteu dois dedos na minha coninha. Começou a coçar-me e a tentar alcançar o meu grelinho.
Depois ajoelhou-se no chão atrás de mim e enterrou a cabeça no meu rego, lambia-me de cima para baixo, passava a língua na minha xaninha, lambusava-me toda e tentava penetrar-me com ela…
Comecei a ficar louca de tesão, e ele sem pedir permissão baixou as calças e os boxers e enterrou sem medo o seu caralho torto na minha cona apertada…
Comecei a queixar-me, a delirar, a gemer baixinho, mas estava tão gostoso que em menos de nada só dizia:
– Dá-me mais tio!!! Dá-me com o teu caralho na minha cona com força, com muitaaaaa força, rebenta-me a ratinha…
O meu tio respondia-me coisas sem nexo:
– Queres comer este cacete até te esfolar??? Queres que te rebente o pito??? Sua puta vadia, tens uma cona apertada, o tio vai abrir-te as paredes dessa boceta como deve ser….meu tio quer-me foder
A Coelhinha era assim completamente rebentada, e estava a adorar. 😳
O Sr. M.O. fez-me inclinar mais sobre a cama, até o rabo ficar completamente empinado e exposto ao seu caralho insaciável. Depois continuou a bombar atrás de mim com estocadas fortes. Lambia os dedos e começava a introduzi-los no meu rabinho… passado algum tempo perguntou-me:
– Algum dia levas-te com uma piça neste teu cuzinho apertado??? Não queres experimentar a do tio? A tua tia gosta que lhe abra o rabinho todo com o meu rolo, também devias provar, ia foder-to direitinho, minha cadela novinha….
Estávamos neste clima quando ouvimos alguém entrar em casa…
Entramos os dois em pânico ao ouvirmos subirem as escadas, não tínhamos por onde escapar… eu não tinha roupa, só aquelas meias deixando tudo de fora e o meu tio entretanto havia tirado a roupa ficando só em t-shirt. 😳
Num alvoroço silencioso, ele pegou as roupas do chão e escapamos-nos para a casa de banho dos meus pais…trancamos-nos lá dentro…
Senti alguém entrar no quarto, era a minha mãe… Quando deitou a mão ao puxador da porta e a sentiu trancada disse meia assustada:
– Filha, és tu que estás aí???
A coelhinha respondeu:
– Sim mama, sou eu, vim tomar um banho aqui que a banheira é maior, mas tranquei a porta, não fosse o papá entrar ou os tios…
Ela respondeu-me que estava tudo bem, para me despachar pois queria que eu visse uns perfumes e outras coisas que tinha comprado para oferecer no Natal…
Eu disse-lhe que já não demorava muito, e ouvi ela afastar-se… mas de repente voltou atrás e perguntou-me:
– E o teu tio? Sabes dele? Acho que não está em casa… não te disse onde foi???
Eu já meio atrapalhada olhei para o Sr.M.O. e respondi:
– Não sei mama, deve ter saído entretanto, mas não te preocupes, não deve ter ido longe…

Assim ficamos os dois trancados na casa de banho sem saber como sair dali. O meu quarto ficava no oposto da casa e teria de passar todo o corredor para lá chegar e me poder vestir. O meu tio por outro lado, teria de entrar em casa pela rua!!! E nesse caso só saltando a varanda do quarto da mama!!! Esperando os dois que ninguém nos visse….
Para meu espanto, o meu tio começou a rir baixinho da situação e disse-me:
– Já que estamos aqui fechados não vamos embora sem aproveitar a situação…
Agarrou-me pela cinta e começou a apalpar-me as maminhas, eu levei a mão ao seu caralho e comecei a massaja-lo de novo… Baixei-me lambi-o devagar, ele começou a crescer na minha boca, eu chupava-o com mais vontade e ele continuava a crescer… O Sr. M.O. adorava as minhas mamas, agarrava nos biquinhos e rodava-os, depois puxávamos até doer… era uma dor suave e excitante, senti-me de novo a ficar louca… 🙂
Pus-me de pé, o meu tio pousou a palma da sua mão na minha cona e disse:
– Grande papo de cona que tu tens, sais à tua tia!!! Já lhe alarguei aquela boceta vezes sem conta, e o cuzinho dela já não é mais o mesmo… Hoje vais-me deixar provar esse buraquinho apertado…
A coelhinha tinha medo dos estragos que aquele caralho inclinado e enorme poderia fazer no meu reguinho, então disse-lhe que não queria, que era muito grande e que me ia magoar…
O Sr.M.O. virou-me de costas, fez-me agarrar com as duas mãos ao lavatório e disse-me:
– Confia em mim sobrinha!!! Eu sei como comer um cuzinho assim apertadinho. É do melhor que há, não podes é desistir, eu vou enterrar-to bem devagarinho e quando o tiveres todo lá dentro vais ver as maravilhas que ele faz…
Pegou num frasco de óleo de banho da minha mama e deitou na mão dele, depois massajou o caralho, alisando-o bem desde a cabeça até ao fundo. Deitou mais um pouco na mão e veio esfregar a entrada do meu cuzinho…
Começou por introduzir um dedo, depois dois e mais tarde três… Doía um pouco, pedi para ele parar, mas ele insistiu que agora não podia desistir…
Passado algum tempo comecei a habituar-me aqueles dedos no meu rabinho, então o meu tio encostou a cabeça do seu caralho na minha coninha e entrou de rompante, enquanto me fodia bem até ao fundinho, ia abrindo cada vez mais o meu reguinho com os seus dedos…
Daí a pouco tirou o cacete da minha rata e apontou ao meu cu. Senti ele forçar a entrada daquela cabeçorra e comecei a gemer baixinho e a protestar que não queria, que estava a doer-me, aí ele segurou-me firme e mandou descontrair…
A cabeça daquele mastro entrou e ele forçou mais um pouquinho… nesse momento achei que o meu cu fosse rasgar completamente!!!
A dor era forte e já não achava piada nenhuma. Nessa altura o meu tio puxou-me para cima e fez-me encostar a ele, apalpou-me as maminhas e disse-me baixinho:
– O pior já passou, agora o tio vai tirar e por de novo, vais ver que não custa tanto…
E assim foi, o Sr.M.O. foi tirando o caralho e voltando a entrar devagarinho… de cada vez que entrava sentia que forçava mais um pouquinho… Quando dei conta os seus colhões batiam em mim e o seu cacete estava completamente dentro do meu cuzinho!!!
A sensação desagradável começou a desaparecer junto com a dor e deu lugar ao prazer…
Ele começou a estocar-me devagar, depois aumentou o ritmo, fodia-me o cuzinho completamente, enquanto me coçava o grelo da cona…
Em menos de nada vim-me intensamente cravando as unhas nos braços do meu tio que me agarrava com força e me pedia para não gritar…
Assim que me vim ele não se aguentou e esporrou-se completamente dentro do meu buraquinho… senti o leite quente a invadir-me lá dentro, e quando ele saiu de dentro de mim, começou a escorrer pelas minhas pernas abaixo…
Nessa altura ele olhou-me e disse:
– Era capaz de te foder esse reguinho apertado todos os dias… Agora já vês de que material o caralho do teu tio é feito… Quando quiseres mais é só pedires sobrinha!!! Já há muito tempo que te queria foder assim todinha…
Eu já não ligava ao que ele dizia, tratei de me limpar enquanto ele se vestia… agora tínhamos mesmo era de sair dali e esperar que ninguém nos visse…
Encostei-me à porta e escutei, não ouvi barulho… abri e mandei o meu tio sair rapidamente pela varanda. Ele saiu ligeiro, e eu voltei a trancar-me na casa de banho para tomar um duche rápido e fugir a vestir-me no meu quarto…
Parece que ninguém suspeitou de nada. Quando desci para vir ter com a minha mãe ela informou-me que o meu tio tinha saído para comprar tabaco e tomar um café, mas que tinha caído na calçada e magoou-se num pé… Tinha chegado a casa a cochear e a tia levou-o ao hospital….
Só vos quero dizer que apesar de nunca ninguém ter sabido ou suspeitado de nada, a foda do meu tio saiu-lhe cara, esse Natal passou-o de perna engessada, e só nós sabemos até agora que não foi na calçada mas sim ao saltar da varanda da mama!!!! 😉

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
2 comentários
  1. taradinho diz:

    que sobrinha tão putinha :O

  2. Sonhinha diz:

    Nossa, tenho de ler os anteriores… fazer sexo com o tio deve ser estranho, não sei como depois ía encarar… mas o medo de ser apanhada ainda deve dar mais tesão..

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>