O dia que me senti mulher

Meu nome é Cristiny tenho 30 anos, tenho 1,65 de altura, peso 56 kg coxas grossas bumbum grande.
Sou casada há 10 anos, meu marido “Pedro” 40 anos não gosta muito de sexo, bem diferente de mim, estávamos numa rotina horrível, fazíamos sexo uma vez a cada 3 meses…
Eu o procurava mas ele sempre com desculpas e tal e as vezes me dava uns foras…
Eu me sentia muito mal pois tinha dias que eu entrava nas salas de bate papo pra me masturbar com algum cara que quisesse meu corpo ardente em chamas.
Tinha um rapaz na minha rua já fazia 4 anos que ele morava la mas eu nunca tinha reparado como ele era, até que um dia eu conversando com um amigo ele chegou e começou a conversar com a gente…
Ele estava sem camisa, meu deus tinha um corpo e eu sempre achava muito sexy homem sem camisa, de calça jeans e aparecendo um pedaço da cueca.
O dia que me senti mulher
Dei uma conferida no material ainda por cima ele tinha olhos verdes, e ele começou a conversar e dar umas cantadas minhas pernas tremiam, eu gaguejava meu amigo falou:
– Você ta passando mal???
Eu falei:
– Não nada vou pra casa.
Assim passou algum tempo, ele passava por mim e me devorava com aqueles olhos verdes e eu cada dia mais louca sonhava com ele me pegando com força.
Falei para meu amigo que o “Diogo” 23 anos era muito lindo e ele me falou:
– Ele sempre foi afim de você desde que tu veio morar aqui.
Não queria trair meu marido mas eu estava cedente por uma pica gostosa.
Meu amigo me falou a o “Dih” quer seu telefone eu falei:
– Não, pega o dele que um dia que der para mim eu ligo-lhe.
Liguei assim que consegui, marcamos um encontro, inventei uma historia em casa e sai ao encontro dele.

Fiquei com um pouco de medo e quando nos encontramos minha perna tremia, eu suava e ele entrou no carro.
Eu olhei nos olhos dele e disse:
– Não fala nada, entra se você quiser.
Ele entrou e falou:
– Sou seu, faço o que você quiser.
Perguntou:
– Onde você vai me levar???
Eu falei:
– Pro motel… ou você acha que eu quero o quê com você???!!!
Ele me deu uma olhada, fez uma cara de safado colocou a mão nas minhas pernas. Eu parei o carro pois minhas pernas tremiam, dei um beijo nele, coloquei a mão sobre a calça dele aquela pica saindo fora da calça de tanto tesão… não resisti, abri a calça dele e dei uma chupada, ele gemia e queria me comer ali mesmo.
Fomos para o motel, ele me pegou, colocou sentada em cima do carro, abriu as minhas pernas e começou a me chupar nunca tinha ganhando uma chupada tão gostosa.

Eu delirava de prazer, ele me chamava de cachora gostosa eu delirava, nunca tinha transado daquele geito.
Tinha sido minha melhor transa, ele gemia louco de tesão, me pedia para morde-lo, deixar marcas nele, eu deixava ele todo mordido e arranhado.
Depois disso toda semana a gente saía, eu contava as horas pra poder ficar com ele.
Ficamos durante um ano juntos e cada dia era melhor, ele gostava de variar sempre com coisas diferentes, sempre muito bom…
Eu sempre esperei e lutei para que o corno do meu marido fizesse essas coisas comigo, mas ele achava tudo pecado que aquilo não podia e tal.
Enquanto ele pensava que não podia, eu me deliciava com a pica do “dih”.

Ficamos durante uns anos com essas loucuras até que meu marido desconfiou e eu acabei confessando que estava apaixonada por “dih” e que sentia muito tesão por ele.
Meu marido depressa arrumou um geito de ser transferido de cidade e nos mudamos hoje estou longe da pessoa que mais me fez senti prazer e estou completamente apaixonada por ele. E infelizmente não pude ficar com ele, mas não desisti.

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
3 comentários
  1. paulao diz:

    adori teu com Crixtiny. Vc e nova e st com o tesao aflorado . Tem que dar gostoso mesmo.amo mulher assim . Gostosa safadinha discreta e comprometidas. Quem quiser um negao safado 20 cm de kacete e discreto . Acabou de achar. Meu msn paulobalasantluz@hotmai.com

  2. bedrick diz:

    ola a todos, nem sei bem por onde começar.
    Na verdade todo este tesão deixa-me a suar, imaginar, enfim, palavras para k? Aquele conto da coelhinha a comer o cu do amigo, deixa me fora de mim, em fogo só de imaginar. O que eu dava pra estar naquele lugar, ser comido daquela maneira, só de pensar não consigo parar de bater uma enquanto alguns dedos descontrolados rondam o meu cu.. Resumindo, tambem quero. Fico a espera de mais..

  3. mineiro diz:

    muito bom seu conto adorei manda mais das suas aventuras

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>