O melhor dos orgasmos… e a minha melhor amiga!

Éramos amigas há muitos anos, eu a e Menina S….Lésbicas boas

Sentíamos-nos bem juntas… sempre houve uma certa intimidade, umas trocas de caricias, umas quantas noites agarradinhas, os beijos que trocavamos na brincadeira, as apalpadelas e as conversas sobre o que seria estar com outra mulher. Penso que tínhamos as duas a mesma vontade de nos comermos, de explorarmos mais profundamente a ratinha uma da outra… mas nunca mais chegava a hora, e nenhuma das duas tomava a iniciativa.

Um dia, estava a Coelhinha a lanchar na cozinha, sentada num daqueles bancos altos, sem costas e que giram, quando a Menina S. se senta ao meu lado. Rodou o meu banco e com os pé descalço colocou-o entre as minhas perninhas, mesmo pousado na minha Bixinha… Eu sorri, e ela pergunta-me: Posso acelerar???

A Coelhinha andava mortinha por aquela aventura e respondeu: Só se eu também puder!!!  Saltei do banco, apanhei aqueles grandes cabelos loiros de menina selvagem nas minhas mãos e beijei-a loucamente. Peguei-lhe na mão e levei-a para a casa de banho.

Enquanto a água corria para encher a banheira eu comecei a despir a Menina S. Lindíssima… uns cabelos loiros e ondulados, compridos até ao meio das costas… aquela rabo delicioso e redondinho virado para mim, dos mais belos que já vi!!! Comecei a beijá-la nas nádegas, percorri-lhe as pernas com a minha lingua enquanto a minha mão pousava na sua ratinha… Ui que sensação, e que ratinha tãoooooo quentinhaaaaaaa!!!!!!

Despi-me também, entramos na banheira… ela já desinibida, começou a acariciar as minhas mamas, e a trincar os meus biquinhos… colei-me ao corpo dela, beijava-a por todo o lado… Era tão boaaaaaaaaaaaaaaaa 🙂

Tombei todas  as embalagens de  shampoo, gel duche e afins que se encontravam no fundo da banheira e pedi-lhe para se sentar de pernas abertas para mim. Procurei aquela ratinha depilada e lambia de baixo para cima em busca daquele grelinho que se revelou. Os meus dedos introduzidos naquela coninha quente faziam movimentos de vai-vem e eu chupava sofregamente aquele grelo que crecia sem parar…. Olho para cima,  a Menina S.  já tinha agarrado os seu biquinhos e puxava-os como se os quisesse arrancar… entusiasmei-me mais ainda ao ver o prazer na sua cara e… bem, e fiz deslizar outro dos meus dedos pelo seu cuzinho a dentro… Ela contorcia-se de prazer… os meus dedos pareciam estar a ser sugados por aquela coninha molhada… haaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa…e por fim o orgasmo…

A cara de Felicidade da Menina S. mostrava tudo, levantou-se, agarrou-me pela cinta e beijou-me com vontade, virou-me de costas num esticão colou os lábios no meu ouvido e disse-me: agora é a tua vez…. E que vez!!!! Sem duvida um dos melhores orgasmos que já senti…. Um dia eu conto como foi 😉

Nesse dia apaixonei-me por ela…. e as nossas aventuras continuaram….

Categoria: Fodas entre meninas
Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
4 comentários
  1. C.E. diz:

    Gostei do conto, muito bom! =)
    Acho que se eu fosse mulher, seria lésbica! rsrs

    bjos

  2. aline diz:

    adorei o conto fiquei muito exitada lembrei do meu tempo quando eu fodia com a minha amiga godtosa

  3. fátima diz:

    Eu tenho uma relação á 3…com minha colega de trabalho e meu marido, mas não ocorre penetração nela da parte dele, o resto é liberado……..
    Ainda não coloquei esta idéia de penetração com todos, ele mesmo impoe que é muito íntimo a penetração, e prefere somente me mim,adoru esta idéia, estamos trabalhando p viver experiências com casai e homem….. da mesma forma, pois o tesão vem do mesmo jeito…..delícia!!!
    Parabéns…..

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>