O Porteiro me come de geito

Me denomino de “boceta molhada” por causa deste homem que vou citar no conto.
Este conto não tem muito de anormal, mais fiquei com vontade de divulgar, pois nunca imaginei que poderia acontecer isso comigo.
Já faziam 2 anos que não sabia o que era um pau, não queria mais saber de homem em minha vida.
Trabalho tomando conta de uma casa, meus patrões mudaram de endereço não queria ir mais mas como precisava do dinheiro decidi aceitar.
Onde fui trabalhar existe uma pessoa que é chefe de todos os empregados e porteiro também. Eu sempre via ele sentado na portaria e desde o primeiro dia desejava muito ele e jurei para mim mesma que aquele homem seria meu nem que fosse por uma vez.

Um moreno de dar inveja, todo gostoso.
Sempre que o via ficava com a boceta tão molhada de desejo, mas no início procurava não demonstrar mais o desejo ia aumentando cada dia mais, até que um dia percebi que ele começava a me desejar também e isso fez com eu me excitasse mais ainda.
Via aquele homem sentado ali sem poder fazer nada e uma vontade louca de me abrir toda para ele e sentir seu pau dentro de mim, tanto que incendiava meu corpo. O Porteiro me come de geito
Começou a fazer várias insinuações e a dizer que fazia e acontecia, foram varais mensagens provocantes que começamos a enviar um pro outro e ele sempre duvidando do que eu seria capaz.
Um belo dia ele disse que subiria no meu apartamento para que eu chupasse o pau dele, fiquei muito nervosa pois existe um detalhe; a casa em que trabalho o meu patrão é meu irmão e por isso não chupei o pau dele como ele gostaria.
Achei que nunca mais subiria, mais para minha surpresa começou a subir sempre.
Quando experimentei aquela boca em minha boceta fui ao delírio de tão gostoso que ele mamava, ele fazendo com que eu tivesse uma sucessão de gozos maravilhosos, vendo ele beber todo aquele líquido que escorria da minha boceta.
A primeira vez que ele comeu o meu cu eu fui aos céus de tanto prazer de tão gostoso que ele metia, bem devagar e com calma depois que ele mete todo o seu pau é que ele coloca pressão, é uma mistura de dor e prazer que só faz com que meu tesão aumente.
Na maioria das vezes que transamos dou o cu para ele apesar de adorar a minha boceta que ele diz que é enorme, ele gosta mais de comer cu e eu como adoro também sempre me abro pra ele me esfolar toda.
Toda vez que nós transamos fico esperando a próxima para arreganhar bem minha boceta para que caia de boca e mame do jeito que só ele sabe, enfiando aquela língua gostosa no buraco da minha boceta indo até o meu cu, enfiando 4 dedos dentro da minha boceta e um no cu pra depois enfiar seu pau até o talo no meu buraco apertado me deixando toda dolorida e esfolada derramando sua porra quente em meu cu enquanto eu tocando uma siririca para gozar junto com ele.
E hoje posso dizer que ele se tornou o patrão pois ele fica mais aqui do que o meu próprio patrão e a nossa próxima aventura é uma transa a 3 aqui no apartamento. eu, ele e… Voltarei pra contar como é a experiência de dois paus dentro de mim. Até breve.

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>