Safada Casada.

Me chamo Israel e moro em Brasilia,tenho 31 anos e sou casado com uma bela morena de 1,68 cabelos lisos que batem na bunda,um tesão.
Mais esse conto erótico que vou relatar foi umas das traições que eu fiz.Safada Casada.
Meu pai tinha uma fazenda no Estado de Goiás e sempre eu viajava com ele para cuidar das suas terras,em uma dessas viagens conheci uma bela menina que morava nessa cidade,branca cabelos pretos ate o meio das costas,um belo par de seios e uma bundinha maravilhosa,na hora me imaginei pegando aquela gostosa,começamos a conversar e ela me disse que namorava mais que seu namorado trabalhava e uma fazenda e como estava na época de colheita já fazia mais de 40 dias que ela não o via.
Já fiquei pensando essa ta na seca fui começando a falar umas besteiras e vi que ela estava gostando então a chamei para ir ate a fazenda,beber e curtir,ela prontamente aceitou.
No carro já fui beijando-a e metendo a mão nos seus peitos maravilhosos,quando parei o carro fomos directo para o quarto,ela tirou a minha calça e começou a chupar meu pau,o tesão tomou conta de mim,tirei a sua roupa e cai de boca em seios belos seios e a meter o dedo em sua buceta que já estava encharcada ela começou a gemer e rebolar no meu dedo,fui descendo ate cair de boca em sua bucetinha rozada e suculenta,não demorou muito e ela dei um gemido alto e uma rebolada e gozou na minha boca.
A coloquei de quatro e comecei a enfiar meu pau naquela bucetinha maravilhosa ela começou a gemer de novo e quanto mais eu metia mais ela pedia,ate que ela olhei pra mim com aquela carinha de puta carente e me pediu que eu comesse o seu cuzinho…
De pronto aceitei tirei o meu pau de sua bucetinha e comecei a lamber seu cuzinho,ela delirava e pedia que eu metesse logo,fui colocando devagar e a safada começou a rebolar meti muito naquele cuzinho ate que não aguentando mais gozei que chega urrei de tamanho que foi o tesão,continuamos a nossa foda a noite todo,e toda fez que me lembro daquela foda fico com o pau duro.
Abraços e espero que tenham gostado depois divulgo mais contos reais que aconteceu comigo.

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>