Sexo com o mecânico

sexo com o mecanico

O Sr. P era charmoso, tinha o cabelo sempre um pouco comprido, com gel, não muito. De Verão usava fato macaco sem mais nada por baixo, com os músculos de fora, a pele relativamente morena, e aquelas mãos sempre sujas de óleo… era tão somente o meu mecânico….
A Coelhinha gostava de passar no Sr.P para pedir ou perguntar qualquer coisa, ás vezes sem importância nenhuma… :)
Especialmente no Verão… gostava de o ver a limpar as gotas de suor que escorriam pela testa, gostava de observar o Sr.P ., baixado, a trabalhar nos carros, com aqueles músculos contraídos, enquanto eu me abeirava, de vestidinho e chinelo de praia… Então perguntava: Como é Sr.P o trabalho corre bem???
Nessas alturas, ele levantava-se, passava os olhos por mim a cima, parava no meu rosto, olhava para a minha cara e dizia: Seja bem vinda menina XXX… Vai um cafézinho???
O Sr. P derretia-me e fazia-me imaginar coisas obscenas…perversas… dava-me uma vontade louca de tirar o caralho dele fora do macacão e fode-lo fortemente enquanto aquelas mãos sujas me tocavam nas maminhas morenas… eu imaginava que ele também sonhava um dia comer a Coelhinha… até porque gostava imenso de mandar bocas assim como quem não quer a coisa, mas na verdade é o que mais deseja…
Um dia o meu carro ficou aos seus cuidados… ou dos empregados do Sr.P e a Coelhinha insistindo na urgência de o ter de volta o quanto antes…
No dia seguinte o telefone tocou… eram cerca das 7 da tarde… o Sr.P comunica-me que o carro estava pronto e que o podia ir buscar…
Liguei ao meu amigo, o Sr.R para me levar lá, e ele assim foi de bom grado… Quando cheguei eram quase 8 da noite… ainda de dia… o Sr.P no seu escritório esperava por mim…
A Coelhinha disse ao Sr.R que fosse andando, que ia pagar e que o apanharia mais à frente… e ele partiu…
Entrei… o meu mecânico estava sentado à secretária a fumar um cigarro… a Coelhinha trazia um vestidinho branco, pelo joelho… e de propósito tirara o soutien… os meus bicos sobressaiam através daquele tecido branco e leve, a minha tanguinha notava-se desenhando o meu rabinho…
O Sr.P encarou-me de frente e disse-me: E agora menina??? Fez-me esperar… o valor vai subir!!!!
Eu respondi-lhe: E então como pretende que lhe pague Sr.P???
Ele notou a minha insinuação, saiu de trás da secretária e agarrou-me pelos cabelos… perguntou: Como fazes conta de pagar????….. 😉
Como quiser… basta escolher…. respondeu a Coelhinha…
Quando senti aquele homem suado a agarrar-me pela cinta deixei sair um gritinho de consolo… sabia que finalmente ia comer o Sr.P.
Passou a mão pelo meu vestido e subiu até á minha ratinha, deslizou sobre a tanguinha e apertou-me a cona com força… agarrou-me pelo braço e levou-me para o meio da oficina… de portas fechadas, encostou-me sobre um toyota e baixou-me as alças do vestido com um movimento brusco e violento… beijou-me as maminhas… o seu cheiro a suor entrava pelas minhas narinas… estava sujo, depois de um dia de trabalho… mas nunca percebi bem porque aquele odor, não em demasia, sempre me agradou… puxei-o para cima ao nível dos meus olhos e perguntei descaradamente: vai cobrar ou vai ficar só no amasso???
Ele deitou-me um olhar ameaçador como um animal que está prestes a caçar a presa… segurou-me nas pernas, levantou-me em peso e pousou-me o rabinho no capo do carro… sacou do caralho e disse-me baixinho: Agora vais provar de que material é feito o teu mecânico!!!!
Quando eu achava que me ia comer ali de pernas abertas, o Sr.P afinal surpreendeu-me… pegou em mim ao colo e montou-me no seu caralho com a ajuda da Coelhinha… :)
Fodia-me com força, fazia colar a minha ratinha aquele fato macaco sujo… batia-lhe com as maminhas na cara naqueles movimentos de vai vem… tinha uma força como nunca vi… parecia que eu não tinha peso!!!! fodia-me com aquele mastro grosso e eu sentia a minha coninha a escorregar por ele…
Dai a pouco pousou-me no chão, virou-me de costas e sobre o capo fodia-me a ratinha ao desbarato… Sentia-me húmida, quente e suja… sentia o meu liquido a deslizar pelo seu caralho… As minhas mamas pousavam de vez em quando naquela chapa fria e faziam os meus biquinhos esticarem…
Daí a pouco o Sr.P retirou o seu cacete e começou a fazer tentativas de entrar no meu rabinho enquanto me dizia: um cuzinho assim merece ser comido porcamente!!!
A Coelhinha tinha o corpo dormente, deixou-se levar e em menos de nada tinha o caralho do Sr.P no meu rabinho, enterrado até ao fundo… Sentia uma leve dor que foi desaparecendo à medida que ele me socava…
Pus uma mão na ratinha e comecei a coçar o meu grelinho energicamente… :) em pouco tempo deixei escapar uns gritos de um orgasmo prolongado….
Fode-me o cuzinho meu cabrão, paga-te!!! paga-te!!!! enterra-o até ao fundo!!! Estronca-me o rabinho!!!! Gritava eu… e ele estroncou… veio-se dentro do meu cuzinho, à entrada… depois, enquanto deslizava o mastro ainda firme sobre as bochechas do meu cu, ficou a ver o leitinho a sair de dentro do meu buraquinho…
Foi tão bom!!!! O Sr.P ainda é meu mecânico… ou pelo menos do meu carro… mas nunca mais se pagou de nenhum serviço desta maneira… mas em breve espero fazer-lhe outra visita… aquele homem e aquele cheiro a cavalo dão-me um tesão brutal… sou uma Coelhinha estranha!!! 😉

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>