Transa de sonho

Tinha uns 12 anos quando conheci um cara.
Ele trabalhava em uma empresa que fica próxima a residência que eu vivia.
Esse cara era 10 anos mais velho, por isso, na época não queria nada comigo. No entanto, eu era louca por ele. Passado 12 anos depois, sem mais, nem menos, ele entrou em contato comigo dizendo que tinha sonhado com nós dois. Achei estranho, depois de tanto tempo, mas mesmo assim perguntei se o sonho foi bom ou ruim, ele disse que não iria dizer nada, pois queria que o sonho se realizasse.
A partir de então, com frequência ligava para mim ou mandava mensagens alegando que estava com saudades e/ou que queria me ver. Transa de sonho
Afirmou que quando eu era adolescente pensava em ficar comigo, mas tinha receio por causa da minha idade. Como agora eu era maior de idade a situação mudava, porém, eu evitava os contra-ataques, pois sabia que estava comprometido.
Ao mesmo tempo, tinha uma louca vontade de estar com ele. Certa noite estava em um ponto de ônibus, pois iria resolver uns problemas na Faculdade, foi quando ele passou de carro e parou para perguntar se queria carona.
Sorri para ele e disse que sim. Cumprimentamo-nos e riamos daquela situação um pouco constrangedora, pois víamos nos comunicando apenas através de sms ou à distância, pelo celular.
Em geral mensagens de desejos e de vontade de estar perto. Passado este momento, ele disse que gostaria de sentir minhas unhas arranhando todas as suas costas.

Sem receio disse que estava com vontade, então ele parou o carro na BR’101, num local próximo a um Povoado, e começou a tirar a sua blusa.
Sentei em cima dele, com as pernas abertas e olhando firme para ele, e comecei a beijá-lo (uma boca linda e uma língua gostosa) e apertar e arranhar as suas costas.
Prontamente, ele abriu o zíper da calça e mandou chupar o seu pénis.
Era enorme, proporcional aos seus 1,92 de altura.
No entanto eu era pequena (1,60) e pensei: “chupar é o de menos, difícil vai ser deixá-lo penetrar na minha buceta apertada”.
Comecei a chupar aquele pénis grosso e grande, do jeito que adoro! Chupava devagar e rápido, deixando-o louco. Depois de certo tempo fazendo boquete gozou em minha boca.
Passado alguns segundos, eu disse que queria também gozar, estava fervendo de desejo por aquele homem e não aguentava mais, queria sentir seu pênis na minha xana.
Sei hesitar rasgou minha blusa e desabotoou a minha calça. Foi então que tirei o sutiã. Ele começou a chupá-los, são grandes e rígidos, com mamilos rosadinhos. Era cada chupada, parecia que queria leite, estava sedento. Foi então que tirei a calcinha.
Ele me levou para o banco traseiro e começou a chupar a minha xana, fiquei toda molhadinha (estava louca para fuder com ele, só vivia me masturbando pensado nele, estava cansada de sentir prazer sozinha, queria sentir pela primeira vez seu pau entrando em mim, por isso só pensava em fuder com ele).
Foi então que ele sentou no banco e pediu que sentasse em cima dele, o seu pénis todo duro, entrou de uma vez só dentro de mim, senti uma leve dor (como disse era grande e grosso). Pediu desculpas, mas disse que não se desculpasse, pois queria continuar.
Senti seu pénis todo dentro de mim, saindo e entrando, uma sensação gostosa, ao mesmo tempo eu massagava o meu clitóris. Ele segurava a minha bunda, ajudando no movimento de entra e sai.
Gemia, a cada minuto gemia mais forte, foi então que senti um orgasmo que nunca havia sentido, minhas pernas ficaram bambas como nunca tinham ficado.

Naquela noite gozei apenas uma vez, no entanto foi uma das transas mais inesquecível da minha vida, pois fiquei com um cara que eu desejava há 12 anos.
Mas, não fiquei triste, pois daquela noite até hoje, constantemente sinto seu pau dentro de mim.
E hoje irei a sua casa, me prometeu no mínimo 5 gozadas, disse-me que irá me fazer uma surpresa, depois conto essa aventura.
Quem quiser mais aventuras me add: melissa_canoro@hotmail.com

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>