Transando com um coroa de 47anos

Oi meu nome é Nanda, tenho 23 anos, sou branquinha, cabelos lisos, olhos verdes e tenho um corpo lindo de dar inveja.
Adoro chamar a atenção, sou muito bonita e sei usar isso a meu favor.
Sou casada à 3 anos, mas não sou satisfeita com ele na cama.
Sempre quero mais, desde o namoro sempre o trai, mas agora depois de casada teve uma traição que ficou para a historia, pois foi transando com um coroa de 47anos…
Nos conhecemos pela net, depois pessoalmente, e no primeiro encontro já fui para casa dele.
Comemos uma pizza, tomamos um vinho, então logo ele me pediu para sentar no colo dele, sentei com a minha saia de um palmo…
Esse dia estava com um fio por baixo e já toda excitada, já sente me ralando e empinada beijei ele com malícia.
Ele já veio do jeito que gosto, metendo a mão por baixo da minha saia. Abri as pernas para facilitar, ele pegou na minha bucetinha e sentiu toda molhada…
Ele enlouqueceu, puxou milha blusa e sugou meus seios fartos com vontade, então me levantei e sentei de frente com as pernas abertas no colo dele.
Fui ficando gemendo, me ralando e ele apertando minha bunda, e falava:
– Você é uma puta muito gostosa, vou arrombar você toda.Transando com um coroa de 47anos
Eu já estava louca, tirei a bermuda dele e comecei a chupar o seu pau, que era grande e grosso.
O pau daquele velho era uma delicia, eu me lambuzava, cuspia em cima..
Aquele velho louco ficava dando tapa na minha cara, mandando eu chupar direito a mamadeira dele, até que falou:
– Vem sua puta, que quero comer sua buceta como o corno do teu marido nunca comeu!!!

Me pegou pelo braço me colocou de quatro, tirou minha calcinha e chupou meu pinguelo tão gostoso que eu já estava quase gozando, e ele falava:
– Pinguelo de puta é muito gostoso, ainda mais de puta nova como você.
Então sentou e disse:
– Vem rapariga, quero ver você cavalgando na minha pica…
Então fui sentando naquela pica devagar e ele me puxou de vez, ate doeu, mas foi uma delicia, nunca senti um pau tão grosso…
Eu então gemia, rebolava naquele cacete e ele falava:
– Você é o que?
E eu respondia:
– Sou uma puta!!!

E ele:
– Você é uma vadia, dá para todo o macho, seu marido corno não da conta de você, puta como você tem que foder apanhando na cara.
Uma delicia ele me maltratando e batendo na minha cara, mandava eu abrir a boca e cuspia nela…
Só de lembrar fico toda molhada…
Ele falava:
– Esta gostando da rola do velho?
E eu:
– Adorei esse pauzao!!!
Ai ele respondia:
– É para pegar puta nova como você…

E eu cavalgando dizia:
– Eu vou gozar, eu vou gozar….
– Goza sua cadela que quero comer seu cu.
Então gozei naquele cacete todo dentro e ele com o dedo metendo atrás…
Foi minha melhor transa, com aquele velho nojento, me tratou como uma puta e eu adoro isso, porque sou uma puta mesmo.
Essa é minha primeira experiência contada aqui, muitas outras virão. Bye

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
5 comentários
  1. osman lima diz:

    Nanda que conto gostoso,voce deve ser uma delicia de mulher,numa pica,mande email pra mim,bjs.

  2. mar167 diz:

    gostaria de te conhecer

  3. wylk diz:

    wi ta gostososa

  4. wylk diz:

    evcs tei msn memanaos

  5. meto en todas as infiel diz:

    vc mulher infiel quer da tenho 21cm de pica meu tel21 76304080

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>