Variações de cu e cona? Alternar ou nao alternar? Eis a questão.

Penso que toda a gente já se deparou com o seguinte dilema: Comer a cona, comer o cu ou comer ambos alternadamente?enrrabada
O que a seguir vou contar passou-se fora de território Nacional… Estava a Coelhinha em Espanha, em trabalho, sem sonhar que ia ter uma aventura daquelas… No hotel estávamos cerca de 6 colegas… só um membro de sexo masculino. Um colega com o qual me dava muitíssimo bem, mas nunca passou disso!!! Essa noite, e após um dia longo de trabalho, sem que ninguém quisesse ir beber um copo fora do Hotel, eu e o Sr. H estávamos virados pelo menos a “encanar uns copitos”, não até muito tarde, é certo…
Sem ninguém alinhar connosco, saímos os dois à descoberta da cidade. Entramos em dois ou três bares, um deles bem movimentado, meninas bonitas…conversa puxa conversa, e acabamos a falar em sexo pela primeira vez!!!
Chegamos ao Hotel por volta das duas da manha, no dia seguinte trabalhávamos e cada um ia seguir para o seu quarto, não fosse aquele beijo roubado no elevador. Não queres vir até ao meu quarto? perguntou-me o Sr. H. E eu não me fiz de cara… ou não fosse ele um dos gaijos mais bonitos que já vi!!!
Junto à janela que dava para as traseiras do Hotel, começámos a despir-nos, o quarto estava quente, muito quente!
Num daqueles sofás pequenos de um só lugar, pus-me de joelhos e expus-lhe o meu rabinho, passou os dedos ao de leve pelo rego mas não lhe ligou, preferiu introduzir a sua piça bem fundo na minha boca, agarrou-me a cabeça e socava-me como se estivesse a foder-me a coninha!!! Depois largou-me veio por trás de mim e começou a lamber-me o cuzinho… Hummm que língua ele tinha! Provavelmente não era a primeira vez que lambia assim um rabo… pensava eu… Levantou-se e penetrou-me com vontade enquanto dava pancadinhas no meu bum bum com satisfação. De repente pergunta-me: Posso provar o teu cuzinho? E como o álcool já era muito, e a minha cabeça andava á roda, não só por isso mas por toda a situação, respondi que sim e ele sem meias medidas tira o seu caralho da coninha e começa a introduzir-me a pontinha no meu outro buraco apertadinho. forçou, forçou, forçou até ele ceder, e enterrou-mo até ao fundo… Dei um gritinho abafado e comecei a gozar a situação…o que eu não esperava é que passado pouco tempo ele começasse a alternar e a comer ora a minha coninha ora o meu cuzinho, por vezes enganava-me chegando ao ponto de não saber onde a piça do Sr. H ia entrar a seguir!!! E era um gozo estonteante, ficar assim na duvida… acabei por me vir 3 vezes enquanto ele brincava assim comigo 🙂  e no final, o meu cuzinho acabou sujinho pelo leite abundante do Sr. H.
Mais tarde e já no meu quarto, enquanto tomava um duche quase frio, fiquei a pensar como iria encarar o meu colega de trabalho no dia seguinte…

Agora sei que tudo correu bem, sem constrangimentos, até porque aquela vez acabou por não ser foda única 😉

Podes seguir todas as respostas a este artigo subscrevendo gratuitamente a RSS 2.0 feed. Também podes deixar um comentário, ou enviar um trackback através do seu site.
2 comentários
  1. Rui diz:

    Coelhinha,

    De facto é muito bom comer a cona e o cu alternadamente, dá-me muito prazer.

    Mas, e há sempre um mas, o risco de provocar uma infecção vaginal é grande…

  2. Maduro diz:

    Bem, ser bom é, mas é perigoso, precisamente por causa de causar alguma infecção, gosto então de comer a cona primeiro e depois o cú, e este é a última coisa a comer

Deixe um comentário

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>